EU E A MINHA NAMORADA NERD - PARTE 4

Minha mãe ignorou a alegação "saliência zero" que atribuí à barriga de C, e contra-argumentou: "no começo é assim mesmo. Sabe muito bem que nestes casos a sua avó jamais erra". A fitei bem nos olhos, e percebi que a sua certeza era comparável a de Galileu em referência ao heliocentrismo. Dirigi, então, as minhas vistas para as de meu pai e notei que os seus olhos verdes-azulados tremeluziam, porém, em alguns daqueles micro-lampejos apercebi que a mesma incredulidade característica do apóstolo Tomé conflitava com o princípio de verdade necessária e cujo oposto é impossível, impregnado na afirmação da minha avó. Solidariedade masculina, ou não, aquele era o meu pai. Era ver para crer. Aquilo deu-me certo ânimo, e varri a minha mente em busca de uma saída. "A prima Ester", pensei. Sim, a prima Ester. Raios duplos! Como não lembrara disso antes? E na iminência da derrota mediante o embate contra "adversário" tão poderoso, ou seja, a minha avó, urgia empreender nova tática. Assim, optei por desqualificá-la em seu ponto mais forte: a sua vocação para exame de ultra-sonografia ambulante. Tocado por um sopro de confiança, senti certo alívio, e conjurei: "a reputação de infalibilidade papal desta velha em diagnósticos de gravidez está com os minutos contados".

Durante parte da minha infância e adolescência fui o comprador oficial dos remédios, dos cremes e das loções da minha avó. Esta era uma função cobiçada entre todos os meus primos, visto que a velhinha era generosa em remunerar tal tarefa, o que resultava em um pequeno adicional à mesada que recebia dos meus pais. Sempre tive como verdadeiro que tais medicamentos compunham o estratagema perfeito com o qual ela dissimulava a sua vaidade e real intenção, isto é, a compra de cosméticos, pois até os cem anos, quando enfim o seu coração parou, a sua saúde sempre assemelhou-se a de um touro, além da vaidade que o seguiu com fidelidade canina até o fim dos seus dias. Eram remédios inofensivos, daqueles categorizados como se bem não fizer, mal é que não faz. Antigos e superados mesmo aquela época, até hoje ainda me lembro do nome de alguns deles: Maravilha Curativa do Dr. Humphreys, Leite De Magnesia De Phillips, Vinho Reconstituinte Silva Araújo. Neste último, o próprio nome já constituía um fator de descrédito, pois o leitor há de convir que nenhum medicamento "sério" exibiria na composição do seu nome a palavra "vinho".

Ali, naquela sala, "acuado" de igual modo a um computador dotado de processador anterior à geração Core 2 Duo quando se abre vários aplicativos simultâneos, levantei-me do sofá e dei início à minha "defesa". De frente para a minha mãe, falei: "lembre-se da prima Ester". Meu pai movimentou-se no sofá e abriu os olhos de forma incomum, como se preste a ouvir revelações de confessionário. De imediato, a minha mãe baixou as vistas, sentando-se ao seu lado, provavelmente em busca de apoio para a minha tréplica. "Sim", continuei, "a pobre coitada, recém-casada, ansiosa para ter um filho, e sequer sem fazer um exame médico de verdade, deu crédito a afirmação de vovó quando lhe dissera que ela esperava um bebê". Era um caso conhecido na família, todavia já meio-esquecido. Nem bem se passaram duas semanas da previsão da velha, a prima Ester e o marido já haviam decorado o quarto do futuro nenê. Em cor-de-rosa, pois a velha também dissera que seria uma menina. Quatro anos depois, entre muitas idas e vindas a muitos médicos, laboratórios e hospitais, finalmente, o casal de primos foi agraciado com a tão sonhada criança. Um menino.
Sustentei que C. não estava grávida, afinal, éramos cuidadosos e responsáveis. Confesso que estas três últimas palavras causaram certo frisson, mas o meu pai, então, levantou-se do sofá dando de ombros, e falou: "se você diz, eu acredito". E fomos todos para a sala de jantar. Tive a sensação de que foi a primeira vez em que disseram crer nalguma coisa que afirmara, mas com reservas.
Mais tarde, por telefone, contei tudo a C., que ainda brincou: "ah! Que lindo. Bem que a sua avó poderia estar com a razão".

Minha mãe comentara com a minha irmã mais velha a respeito das suspeitas da vovó. No outro dia, no colégio, esta contou o episódio à sua melhor amiga, e é claro que pediu o maior sigilo sobre o assunto. Baseado no preceito de que todos tem um melhor amigo, a colega da minha irmã, por sua vez, transmitiu a informação à sua confidente mais próxima. Não é preciso maiores conhecimentos de matemática para supor que a notícia se espalharia pela cidade em progressão geométrica.
Logo, tornei-me o alvo principal da zombaria dos amigos. E durante todo o tempo, ouvia coisas do tipo: "e aí, se for menino, vai se chamar Tron?" Afora algumas mamadeiras e chupetas que ganhei de presente. Neste período, colhi mais dados para a teoria de que as mulheres têm origem em outro planeta, pois não houve sequer um indício de gozação da parte delas. Muito ao contrário, algumas até me olhavam com um misto de curiosidade e admiração. Às vezes, imaginava que me viam como se fosse um daqueles bichos de exposição, reprodutores de boa linhagem.
Mas, nessa vida, nada é para sempre. Dessa maneira, alguns dias depois o assunto foi esquecido por completo.
Vezes, acredito que por meios muito além das leis da mecânica celeste, o amor é capaz de fornecer lúmens extras às estrelas. Se não acredita, pergunte aos poetas. Eles sabem disso muito bem. Y en una noche hermosa de prenilunio, debaixo de um céu de iluminamento passional, bati à porta da moradia da minha princesa dos bytes. Mais graciosa ainda sob a luz das estrelas cúmplices, ela abraçou-me com a força de dez tigres, permanecendo daquele jeito, e em silêncio, por certo espaço de tempo. Perscrutei a noite e ouvi o que parecia o som de um soluço contido. Me liberei um pouco do seu abraço, olhando-a de frente. Incapaz de conter o choro por mais tempo, ela disse: "estou desesperada! Há onze dias que a menstruação não vem". Raios! Nunca mais voltarei a olhar para uma estrela fugaz, pensei. Aquilo tornara-se análogo a uma conspiração tramada no Kremlin.

Continua na Parte 5 (Final), em 02.05.2009. Até lá!
_____
Ilustração: The Gossip, de Norman Rockwell

77 comentários:

Zé do Cão disse...

Toda a gente está curiosa. Eu prevejo, que hoje é pai do robusto rapaz que te ajuda a transportar a pasta com papelada.
Mas a novelasegue dentro de momentos e logo se verá.

Um abração

Mariazita disse...

Pois é, meu querido amigo, para além da arte de bem manusear as palavras, vc concorre com o Alfred Hitchcock na arte do suspense.
Será que está grá? (como se diz, por brincadeira, em Portugal).
O futuro o dirá. Aguardemos, que outra coisa não podemos fazer.

Beijinhos
Mariazita

PS - EMBORA NÃO SEJA DOMINGO, DIA 25 HÁ POST NOVO NA "CASA DA MARIQUINHAS", PARA ASSINALAR A REVOLUÇÃO DOS CRAVOS - 25 DE ABRIL DE 1974.

Cleo disse...

Será que vovó estava certa? aguardemos então a parte 5.
Muito gostoso ler teus textos, maravilhosos e com humor.adoro.
Beijos carinhosos.
Cleo

Amor amor disse...

Parece-me que sua avó estava certa, hehehe...
Pois é, as mulheres costumam olhar assim mesmo para os reprodutores mais jovens. Tenho uma explicação particular para isto, e nela está envolvida a palavra ciúme. Não ciúme dos filhos que irão nascer, mas da certeza da conexão que as esperançosas esperam que nunca aconteça. Um filho não prende ninguém, mas sempre cria um elo intrometedor na vida de futuras namoradas, hahaha... Algumas acham lindo um homem solteiro com filhos, até sexy, e outra acham uma pena. Mas com os filhos lindos que vc tem, especialmente esse caçula de endoidar a próxima geração, acho que daqui a uns anos, vai ter que se acostumar a perder algumas de suas admiradoras para ele, especialmente se a sua arte de conquista for genética.
Beijinhos doces cristalizados!!! :o*

Madalena Barranco disse...

Ahá! O "vinho" da vovó a fez acertar na previsão lúcido-esotérica... Afinal, as mulheres são de outro planeta... Será? Aguardo o próximo capítulo.

Oliver, querido, seu estilo de escrita é encantador. Eu e as criaturinhas fantásticas somos seus fãs e... O Duende Lilás, ficou vermelhinho de tanta vergonha, mas no fim ele balbuciou algumas palavras e entre elas estava o tão esperado "sim". Ele disse: "diga ao Oliver que pode escrever sobre mim, afinal, eu sou um duende muito especial, pois fui entregue de presente à Magalena por outro blogueiro, o prof. Joésio Menezes, do blog Portal da Poesia. O prof. me deixou na porta do blog Flor de Morango embrulhado em papel fantasia - eu tinha fome de realidade e de mais amigos... Eu fui adotado pela Magalena, depois que ela viu meus olhinhos claros acinzentados piscando ternura desde o mundo lilás da fantasia".

Beijos, Madá

BlueVelvet disse...

Raios duplos!!!
Como acredito na sua sensatez acho que a menina ficou influenciada pelos boatos e daí que seu período não desceu.
Divino este texto. Fez-me rir do princípio ao fim.
Vamos ver como termina, já que quer deixar-nos neste suspense.
Beijinhos

Mariazita disse...

Obrigada, meu querido Oliver, pelo lindo presente que deixou na minha "Casa".
Eu adoro esta música; como adivinhou???
Cantarolo-a muitas vezes, mas também a ouço sem ser cantada por mim...é claro!

Obrigada mesmo.

Um beijinho
Mariazita

f@ disse...

Olá Oliver,

Isso mesmo… o avinhado remédio…

Tinta criativa misturada com genes…
Imagina a LUA crescer e se arredon d a r tanto em 9 meses…
Obra,
Talento…

..

A noite transborda do ventre estrelas cintil a n t e s
Mas nenhuma cai…
S i n g u l a r idade …

beijinhos

f@ disse...

Oliver quando digo que nenhuma cai....
não tenho em conta as loucuras do céu...

mas, quando cai tem um brilho mto especial...

beijinhos

Rosamaria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosamaria disse...

Curiosidade mata! Cheguei de viagem direto aqui pra ver se a namorada estava grávida e ainda não estava, hehehe.
Mas quem duvida? Saberemos semana que vem.

"Y en una noche hermosa de prenilunio" é da música Recuerdos de Ypacaraí e sempre quis conhecer o tal lago azul. Quando tive a oportunidade, tive a maior decepção, ele não tem nada de azul e é muito sujo. Pena!

Chegou o primeiro lote com os filmes da Coleção Folha Clássicos do Cinema e entre eles Casablanca, Cantando na Chuva e ...E o vento levou.(Lembrei do Cine Deux Chevaux).
Programa pra quando esfriar, sentar perto da lareira com um vinho gostoso.

Bjim.

Davi Machado disse...

Pois....
tenho que afirmar:
a "misticalidade" de uma vó e coisa por demais de séria!
fez-me lembrar de um estranho e engraçado episódio... bah!

E que venha!!!
Esperarei ansioso caro Oliver!

até!

D.Machado

Nadezhda disse...

Achei que a resposta estaria nessa postagem!

;)

Tio Rogs disse...

Ninja dos lençóis...

JC disse...

Oliver, estás a criar um suspense enorme. Os teus textos são fantásticos. Será que não será o teu primeiro rapagão? Vamos esperar para ver.
Um abraço

Marcos Dhotta disse...

Caríssimo Oliver, quanto suspense e misticismo nesse novelo a desenrolar por sobre o colo de uma vovó... Resta-nos apenas esperar. Quem sabe já não temos uma gôta de mel no útero de uma abelha?... Vamos aguardar... Literalmente delicioso seu espaço blogueiro, e acredite, já sou um dos seus seguidores nesse condado. Obrigado pela visita no meu Carissimas Catrevagens, espero ter-te por lá outras vezes. Um abraço

Klatuu o embuçado disse...

Quanto a mulher boa, não sei: as lusitanas estão cada vez melhor; mas aceito que por terras de Vera Cruz a evolução tecnológica fêmea tenha sido maior... :)

Abraço!

bat_trash disse...

Como todos, estou curiosa para saber se a vovó errou desta vez.

Beijão.

PS: Não tenho estado muito em blogues, inclusive no meu, por estar em fase de avaliações. A escola tem me consumido muito.

Lampejos disse...

...


Fecundante o mistério do escritor...

Bom, sigo esperando e te lendo neste mundo poético e bloguista tão fascinante e cheio de surpresas.

É sempre um prazer te ler, Oliver.


(a)braços,flores,girassois:)

Rafeiro Perfumado disse...

Eu gostaria de saber é quantos litros de suor tu libertaste nessa época!

Abraço!

M@ disse...

Amigo Oliver dos poucos amigos sinceros que tenho talvez você é o que mais me surpreende.
Com tantos afazeres que sei que tem e com tantos comentários para gerir ainda tem tempo para estar presente nos momentos importantes da minha vida.
Muito obrigado pela sua sincera amizade, desejo tudo de bom para a sua vida e dos seus.
Adorei o texto como sempre.
Aguardo o próximo que pelos vistos é impolgante.
Abraço grande de amizade.
Boa semana.
Manuela

M@ disse...

_________Amigo Ol____________Amigo Oli
______Amigo Oliver A_______Amigo Oliver Ado
____Amigo Oliver Adoro-___Amigo Oliver Adoro-
___Amigo Oliver Adoro-teAmigo Olive_______Amig
__Amigo Oliver Adoro-teAmigo Olive_________Amig
_Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliver Ad_______Amig
_Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliver Adoro-______A
Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliver Adoro-teAm__Ami
Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliver Adoro-teAmigo_A
Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliver Adoro-teAmigo O
Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliver Adoro-teAmigo O
_Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliver Adoro-teAmigo
__Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliver Adoro-teAmi
____Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliver Adoro-te
______Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliver Ado
_________Amigo Oliver Adoro-teAmigo Oliv
____________Amigo Oliver Adoro-teAmig
______________Amigo Oliver Adoro-t
_________________Amigo Oliver
___________________Amigo Oli
_____________________Amigo
______________________Am

Noslen ed azuos disse...

Ufá, que situação esta que me dá frio na barriga e me faz voltar ao passado de 24 anos atrás, eu tinha 19 anos e minha namorada 16... e hoje temos uma filha de 23 anos ‘Mariana’, fruto de descobertas e aventuras de uma amor adolescente. O nosso casamento durou poucos anos, mas continuamos amigos até hoje, ligados por um filme que éramos os atores e por Mariana, minha eterna princesa.

Aguardo o desenrolar!

Abração
ns

Whispers disse...

Ola Querido Amigo!

Quanto tempo!!!!!

Mas o melhor eh saber que nao me esqueceste,e so por isso fizeste o meu dia.
Se nao estava de sol,logo pela manha ao ler teu comentario o meu dia brilho.....obrigado do fundo do coracao.

Por pessoas como tu eh que me fez voltar a este mundo tao estranho,mas ao mesmo tempo,um bocadinho de todos.
Um beijo bem grande em teu coracao
Bom te voltar a comentar ''Garoto lindo''
Rachel

Sunshine disse...

Olá Oliver!!

Como sempre sabes como criar um "suspense" em cada postagem. Será que a Avó não se enganou mesmo??

Avaliando pela fotos das suas "mais amadas produções" e partindo do principio que são recentes, penso que dessa vez ela não acertou não. Enfim, nada como ficar aguardando a Parte 5.

Bj querido amigo e um mt obrigado.

PS: Como já deve calcular estou demasiado cansada para mais além das fotos do meu jardim, espero melhores tempos.

com senso disse...

Amigo Oliver

Mais uma vez perfeito! Ou melhor, mais duas vezes, pois e li e voltei atrás, para ler de novo, pelo simples prazer da leitura!
Até fiquei com vontade de experimentar o Vinho Reconstituinte Silva Araújo...
Para quando este belo texto em livro?

Um abraço

BOTINHAS disse...

Amigão
Apanhar uma história já na sua Parte 4...não dá para formar opinião. Se eu iver oportunidade venho ler os episódios todos, para depois entender o final.
Por agora digo apenas que...

Costumava só ir ao meu blog à noite, em casa. Resolvi aproveitar os poucos momentos que tenho livres aqui no escritório, e visitar as amigas e amigos.
Se hei-de estar a conversar de coisas que não interessam a ninguém...ao menos vou fazendo o que me dá prazer... E aqui estou!

Desejo-te uma boa semana.
Abraço fraterno
Botinhas

Vieira Calado disse...

Você também é um inventor!

Sem isso não se vai a parte nenhuma!

Um forte abraço

Claudinha ੴ disse...

Bem, Mr Oliver, será que eu estava errada? Pensei que era alarme falso? Não seria aprimeira vez que eu erraria. Já neguei tais previsões de minha mãe por duas vezes e elas me renderam grandes barriguinhas de grávida. Bem aguardo o desfecho.
Gostei da pose de seu pai, dando toda confiança e mais ainda de sua cara lavada ao explicar o "juízo"... Rsrs.
Beijo;

Madalena disse...

Passei. estive sem capacidade de ler ou escrever (essa ainda não passou) de há uns tempos para cá.
preciso voltar para maior satisfação. como quem poisa um livro no colo, sorri para ele por ele e o retoma.

Abraço de Abril a sempre. :)

Madalena

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO OLIVER, QUE BOM TER TEMPO PARA LER A TUA MAGNÍFICA POSTAGEM... SIMPLESMENTE ADOREI AMIGO!!!
ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Teté disse...

Ah, ah, ah, a vovó era uma máquina de ecografia ambulante!!!

A rapaziada nessas coisas de "segredos" é lixada! Um conta a outro, este a aqueloutro e o efeito é tipo "bola de neve": de repente toda a gente sabe! E depois os rapazes gozam com o assustado futuro papá (sim, que nessas idades dá sempre um susto), as meninas ficam com esse tal arzinho (será que pensam "afinal ele é um touro de cobrição e nunca dei por nada?"). Enfim, nesta etapa da juventude, quase todos julgam saber imenso do assunto, até com a vaga noção que foram eles próprios a inventar o sexo, mas, na verdade, salvo raríssimas excepções, ainda têm muito a aprender... :)))

Raios duplos! Nunca chamarias Tron a um filho, né? Por mais que tu e a namorada dos bytes gostassem do jogo!

Mas pronto, estava-se mesmo a ver que o susto ia bater à porta...

Não puseste a data da nova postagem, mas espero que não atrases muito o final... com todo este suspense!!! :D

Beijocas!

MargueRita disse...

Respondendo o comentário:



Dominar o mundo exige destas coisas.

Beijosss

gabriela rocha martins disse...

pois é ,meu querido Oliver ,não lhe disse que quem brinca com o fogo ,queima.se?

....aguenta ,meu amigo ,como eu irei aguentar até à publicação da sua 5ª parte - mas não demora ,tá? é que a curiosidade ( feminina ) é diabólica.....)))))))))))


.
um beijo

gabriela rocha martins disse...

ah! e veja se da próxima vez acerta no lugar certo .....dos comentários ,claro!!!!!



.
um beijo

Liene disse...

Bom dia, Oliver!

Acho que sinônimo de amor deveria ser... suspense! E para castigar um pouco mais, ele vem em intervalos torturantes...rsrsrs!

Um grande abraço!

Filoxera disse...

Ui, quanta escrita eu perco!
Mas agora vivo como que exilada e só num instante pude aceder à net, numa biblioteca.
Voltarei sempre que possível.
Beijos.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Venho aqui e fico querendo saber sempre mais. Você tem uma maneira mágica de nos prender por aqui.
E agora? não demore....
Apareça.
beijos e uma boa semana, senhor fazedor de ótimas e fantásticas histórias.

neide disse...

Oi Oliver, demorei pra aparecer por aqui mais a curiosidade não passou,rsrs. Vim hj correndo saber se a vovó acertou ou não... Ainda acho que acertou em cheio, mas como sempre vou ficar dias na expectativa pra saber disso,ñ é?

Ótima semana.

Bjsss

GarçaReal disse...

Sempre envolvente o teu poder de escrita e comunicação.

Fico a aguardar o desenrolar e tavez a finalização deste namoro.

Interessante sem dúvida

Continuação de boa semana

bjgrande do lago

heretico disse...

pois é. namorado "sofre"...

agora o assunto fia mais fino. arrumaste a vovó, mas desconfio que vais ter o papá à perna... rss

deliciosa "estória". de surpresa em surpresa.

abraços

O Sibarita disse...

Ô seu Oliver, sou macaco velho para meter a mão na combuca, viu? kkkkkkkkkkk

Não opino, não vou me lenhar, né véio? Vai que eu diga que a moça errou a conta dos dias... E ai?

Você vai me dizer que ela já sabia de có e salteado o binômio de Newton, como poderia errar uma simples somatória?

E eu sei lá meu irmão? kkkkkkkkkk

Seu moço, você é mesmo, o aprendiz do mestre do suspense Alfred Hitchcock, só pode ser! kkkkkkkkkk

Olha como a galera tá aflitiva? kkkkkkkkkkk

Se fossem baianos, ficariam deitados numa rede e diriam: Oii Oliver, quando você tiver disposição, afinal, você é baiano também (kkkk) manda dizer para a gente qual foi a de mesmo de você e sua dona moça, que nós estamos aqui comendo um acarajé levado a uma cerva dengosa, não era não? kkkkkkkkk

Agora me diga, naquele tempo você já era perigoso assim, é fio?

Valha-me Deus! kkkkkkkkkk

Imagino os caras que tinham irmãs o que não diziam a lá elas. kkkkk

"Oi se eu ver você conversando com o Oliver, já viu, né? Toma broca" kkkkkkk

"Minha irmã, aquele Oliver é perigoso demais, não dê trela para ele não!" kkkkkkk

"O Oliver é meu amigo, mas, não quero você minha irmã com ele, aquilo é um malvado de primeira!" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

E por ai vai... né não véio?

Confesse! kkkkkkkkkkkkkk

Que precaução é essa seu Oliver?

Não tinha preservativo naquele tempo, era chá? kkkkkkkkkkkkkkk

Bom, brincadeira à parte, mas, continua magnificamente escrevendo super bem! E o melhor, com disse anteriormente com uma pitada de humor que não faz mal a ninguém.

Abraços,
O Sibarita

Gabriele Fidalgo disse...

Hey, o melhor blog sobre nada continua 'disparado' o melhor!
Fico feliz que continue freguês das minhas metáforas. :]
Eu tenho estudado muito e, por isso, postando menos do que antes. Acho que você sabe bem como é!
Por enquanto, vim dizer um 'olá' e agradecer o comentário. Mas o feriado tá aí, e volto para ler o que aconteceu depois que você viu as lentes esverdeadas da princesa nerd!

até mais!
beijos

isabel mendes ferreira disse...

mas eu sim...ainda olho as estrelas.


que por aqui são rebentações de um escrever absoluto.



beijo.

Dri Viaro disse...

qto suspense, esperemos o proximo capitulo :)
bjss

gabriela rocha martins disse...

ninguém disse que não tivesses cumprido as datas de publicação ... e muito menos eu ... os comentários - que referi no anterior comentário - têm a ver com o DiaCrónicas onde não conseguiste encontrá.los

quanto a esta publicação ....que dizer senão o esperar nove meses ... ou será que a tua genialidade corta as pernas à cegonha? contigo ,tudo é possível!


.
um beijo ,O.

Ju disse...

quero saber as cenas do próximo capítulo!!!!
:D
beijoooooooO

Casemiro dos Plásticos disse...

Fantástico, fico á espera dessa 5a parte.
Grande abraço

joesio disse...

Seu blog é tão magnífico quanto o nome que lhe foi dado, mas se analisarmos, minuciosamente, o NADA, veremos que muito se tem a falar e, principalmente, a escrever sobre ele.

Cristiana Fonseca disse...

Olá Oliver,
obrigada pela visita, venho lhe pedir desculpas por não ter lido ultimamnete tuas postagens e tb por estar sem publicar algumas semanas.
Voltarei para ler-te, com a atenção e o tempo que merece.
Logo logo terei uma postagem nova.
Mil desculpas.
Abraços,
Cris

Germano Xavier disse...

Como diria o Vidal,

"phodástico".


Admiro muito tua criatividade, Oliver. Esta casa aqui é o meu capacho.

Abraço forte.
Continuemos...

BANDEIRAS disse...

Admiro tua criatividade amigo...

mas será mesmo as mulheres de outro mundo...???

Bjs

pin gente disse...

deixo um beijo... volto porque tenho que começar na parte um.
luísa

Desnuda disse...

Nossa! Agora vou usar um termo que retirei do meu baú " Supimpa!!!". Ja usei todos esses remedios da sua avó! E dei para as minhas filhas também! O vinho reconstituinte que baniram do comercio sob alegação que continha alcool e viciava as crianças. E era verdade! Dei para minha filha mais nova, que mesmo estando acima do peso....Adorava! Rsrs.

Xihiiiiiiiiiii!!! Bom... Mesmo diante desta evidência final, parto para o princípio psicologico, porque em mulheres qualquer alteração medicamentosa ou psicológica causa este tipo de problema na menstruação. Aguardando!!! Xihiiiiiiiiii....

Beijo!

CHRISTINA MONTENEGRO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Caríssimo Oliver:

Fiquei MUITO assustada com seu comentário...

Há alguma coisa de meu trabalho que dê a idéia de que minhas amostras se referem a alguma classe privilegiada ou semelhante?

Há alguma coisa que passe a idéia de que (como muitos e já batidos trabalhos) o meu seja mais um "a falar-mal-de-homem-e-se-queixar"?...

Se esse tipo de mal-entendido estiver acontecendo, por favor me dê um toque, pois meu diferencial quer ser exatamente esse!

A terceira aula, por exemplo, (Masculinidades e espaço) trata de Economia-Política-Ética, etc. por conta do pontuar as "exclusões dentro das exclusões".

E o curso, como um todo, tenta exibir exatamente a fragilidade, a precariedade dos seres nascidos com sexo masculino, que quase não é falada!

Especialmente as dos meninos, das crianças, e - especialmente dentro dos especialmentes - das bilhares de meninos/crianças desfavorecidos(as) economicamente!...

Se isso, depois de tudo que escrevo há anos, não está claro, por favor me aponte ONDE, pois pretendo corrigí-lo JÁ!

Não sei se você sabe, mas a semente desse trabalho foi plantada dentro de minha cabecinha em 1969, quando eu participava de um trabalho no Sindicato das Metalúrgicas!(Sim! Havia um específico para elas!)...

Foi ali que eu pensei: "As muulheres ao menos já estão reunidas em qualquer lugar; mas os homens sequer atinaram para suas fragilidades! Vou trabalhar com eles!"

Entendeu meu espanto diante de seu comentário?...
Vou aguardar sua orientação!
MERCI!
BJS!

30 de Abril de 2009 06:

Rodrigues Bomfim disse...

Olá irmão!
Por causa do trabalho, me ausentei um pouco, mas tô aqui pra degustar tuas belas escritas, como sempre nota 10!!!

Abração e ótimo FGDS!

casa de passe disse...

um 1º de Maio sem violência e tranquilo

Um beijo da

NINI

"Antonio" disse...

Olá passei aqui para uma visita cordial abraços e muito susseço
Antonio e ganhe muito $$$$$$

http://oblogdasnoticias.blogspot.com/

http://curiosidadesdoplantaterra.blogs.sapo.pt/

Antonio de são jodé dos campos São Paulo Brasil abraços

~pi disse...

ai querido oliver que agora começa a ser tudo tão... bem, previsível!!

aiaiaaii!! ( 3 vezes, dada a gravidadde ( e dois dd - pelo mesmo motivo) do caso,

só se os remédios milagrosos se revelarem de facto, bem, pois, sobrenaturais!! :))


será? não-será?
(se verá? não-se-verá?




beijo duplo :)




~

São disse...

Aguardando fico...

Viva o 1º de Maio!!

Bom final de semana.

Maria João disse...

Oliver

Eu acho, ou melhor, estou desconfiada que existe aí uma qualquer conspiração entre C e a vovó... era engraçado e quase digno de um argumento válido para cinema. Mas estou a brincar...

Acho que já te disse que adoro os teus textos...estou às tantas a ficar repetitiva, mas que fazer, é verdade!

Um beijinho e obrigada pela tua visita,lá no meu canto.

Desambientado disse...

Caro amigo.
textos de tão grande qualidade só poderiam revelar um grande escritor. Parabéns antecipados pelos livros. Que tenha muito sucesso.
A Física continua a pulsr-lhe nas veias, a cada passo, a cada frase.

Desambientado disse...

Já agora, parabéns pela pelas duas produções da barra ao lado, que por distracção com o texto raramento vejo.
Também tenho duas produções, mas tem a mesma idade, ou seja, são gémeos. Nada tem que ver com o paradoxo dos gémeos de Einstein.

Sunshine disse...

;)

Um optimo fds para ti.

Bjito

in_side disse...

a ver

se já tinha continuação!! :)




mais um beijo





*

bat_trash disse...

Hoje já é dia 2 de Maio. Cadê o epílogo? Vim atrás dele, mas nada.
Estou curiosa. Será que a vovó acertou?

Beijo grande.***

C. disse...

hoho cada vez mais próximo da verdade...
Adoro seus textos, mas acho-os muito longos.

Alice Matos disse...

Conspiração, mesmo, Olíver...
Fruto de amor... é muito bonito... mas na sua hora...

Uff...

Mas minha mãe sempre diz... quem anda à chuva... molha-se...

Veremos... torço para que seja falso alarme...

Beijo...

Clarissa Barth disse...

Oi, amigo!!!!!! Sumi, mas voltei. Obrigada por me "puxar a orelha", ainda bem que alguém vai lá na cozinha ver o que estou fazendo, hehehe! Estou lendo a parte 4 agora... que virou uma história de suspense. 11 dias de atraso? Humm... será que tua avó vai acertar mais uma? Vou ler, já, a parte 5! Beijo,

SAM disse...

HAhahahahahaha fui sim! Assumidíssima do fã clube da Maravilha Curativa do Dr. Humphreys, elixir M Goulart....Agua Inglesaaaaaaaaaaaaa! hahahahha Depois de parir a mulher tinha que tomar!!! Adoro...Ainda encontramos alguns!!!


Beijão!

Tchi disse...

A liberdade em escolha.

isabel mendes ferreira disse...

e na presunção de que um dia queira ler um beijo monástico....:) tem no perfil do Piano um espaço.




e re.abraço-O gratíssima por continuar a ler-me.

Å®t Øf £övë disse...

Pickwick,
Valeu-te a Ester para te dar um novo folego, até chegar a próxima onda que estava prestes a rebentar na tua vida.
Abraço.

Å®t Øf £övë disse...

Desejo-te uma boa semana Pickwick.
Abraço.

Å®t Øf £övë disse...

Pickwick,
Deixo-te um abraço.

blastingcap disse...

Melhor site,todos os produtos a 10$...ipod, iphone....

Como fazer: http://sacatugabc.blogspot.com/2010/06/tutorial-completo-para-receberes-ipods.html