MEUS QUERIDOS FILMES RUINS

Há filmes ótimos; alguns, inesquecíveis; tem aqueles marcantes, em geral associados a um momento particular das nossas vidas; outros, são produzidos com orçamentos tão baixos que, inevitavelmente, resultam em trabalhos precários, despretensiosos, ruins. Contudo, ensinei ao meu coração ser generoso e reservar um lugar - dentre as minhas lembranças boas - até mesmo para alguns desses filmes, meus queridos filmes ruins. Nessa categoria, um dos meus favoritos é O Homem Cobra (Sssssss). O leitor amigo pode deduzir que apesar de filme B, o título original é profícuo em criatividade, pois utiliza-se de uma onomatopeia, Sssssss, o som característico emitido pelas cobras, o sibilar.

Você já se acostumou aos vilões carismáticos do cinema - aqueles que praticamente roubam a cena - como, por exemplo, Darth Vader, da saga Guerra Nas Estrelas; ou, se impressionou com o charme cibernético de HAL-9000, o computador malvado de 2001, Uma Odisséia No Espaço. Vilões tem seus objetivos, e por mais absurdos que nos pareçam, estes objetivos têm certa lógica; nefasta, é verdade, ainda assim, lógica. O doutor No, por exemplo, o cientista maligno do primeiro filme da série James Bond, O Satânico Doutor No, tem um projeto secreto para destruir o programa espacial norte-americano e, posteriormente, conquistar o mundo. O monstro Frankenstein, por sua vez, tinha lá suas razões para exibir tamanha revolta, pois com a aparência que lhe deu o seu criador, o doutor Henry Frankenstein, tornou-se extremamente difícil para a criatura o convívio social com as pessoas. Por conta desta total dessemelhança com Brad Pitt, a infeliz criatura ainda padecia de grande dificuldade em arranjar namorada. Outro caso de vilão que sabe o que quer é o de Sauron, da trilogia O Senhor Dos Anéis. Mesmo dando as caras em um único flashback - no comecinho do filme -, ele é onipresente ao longo de toda a história, deixando às claras a sua sede de poder.

Bem, agora que relembrou que os vilões são explícitos e lógicos em suas metas, surpreenda-se com a razão nada cartesiana do Dr. Carl Stoner - o cientista louco de O Homem Cobra -, o qual, por razões evidentes, conforme verão adiante, não goza de nenhum prestígio na comunidade científica. O doutor Stoner tem planos para transformar - através da injeção de um soro desenvolvido por ele - todos os seres humanos do planeta em cobras. Isso mesmo, todos! Homens, mulheres, crianças, toda espécie humana condenada a "falar" Sssssss para sempre e a rastejar sobre o próprio ventre.

Para cobaia do experimento, o doutor Stoner escolhe o seu assistente, por sinal, namorado da sua filha. Sob a alegação de que era um tônico fortificante, injeta graduadamente o tal soro no genro. E pensar que tem gente que fala mal das sogras, hein? Eu mesmo já ouvi muitos afirmarem que elas são verdadeiras cobras. Uma insinuação injusta, que conta com o meu repúdio. Mas mudando de sogras para cobras... mudando? Ora, não me confundam, "mudando", sim! Pois, são seres inteiramente opostos! Mas, aqui entre nós, eu aposto que você vai mostrar este post para a sua sogra, não vai? Assim como quem não quer nada... de brincadeira... dando risada: "dona Kruela, venha ver, olha só o que esse cara escreveu aqui!"
Dia a dia, o genro do doutor Carl Stoner, de modo paulatino, transforma-se num ente meio-homem, meio-cobra, e, por razões óbvias, mete-se em encrencas. Finalmente, angustiado com a metamorfose irreversível em curso, procura refúgio na floresta, onde se dá o ápice do filme: a transformação completa do infeliz numa cobra de verdade. Os efeitos especiais desta mutação, ou melhor, defeitos especiais - tamanha é a pobreza do evento - elevam a pretensa sequência de horror numa cena muito divertida. A sensação que passa, é a de que a equipe responsável por estes efeitos utilizou-se do Paint Brush, aquele singelo editor de imagens que vem grátis no Windows.

Uma vez cobra, o jovem assistente põe-se a rastejar, serpenteando pela floresta e fazendo "Sssssss", deparando-se, certo tempo depois, frente a frente com um mangusto. O genro de Stoner, ou melhor, a cobra, estacionou, fitando aquele animal dentuço e de aparência engraçada, sem desconfiar de que o destino reservara-lhe outra cilada. Quem assiste aos canais Discovery ou National Geographic, certamente já viu algum documentário a respeito do mangusto, um animal pequeno, porém muito voraz, tido como o maior predador de cobras do planeta. Leitores mais sensíveis, sejam fortes, pois o desfecho desse encontro é por demais melancólico. Sim, os seus temores, infelizmente, são verdadeiros, o ex homem cobra é devorado pelo insensível mangusto.
Mas, espere! Só agora percebi. Raios! Raios duplos! O que fiz? Contei um filme! E ainda por cima, ruim, muito ruim. Foi mal, hein? Desculpa aí!

Nota: O Homem Cobra (Sssssss). Direção de Bernard L. Kowalski. Elenco: Strother Martin, Dirk Benedict, Heather Menzies. Estados Unidos, 1973.

75 comentários:

Davi Machado disse...

(altos e luciferinos risos)
sim, este filme deve ser realmente ruim, mas gosto não se... ah, não vou completar este triste dito popular.
fez-me recordar de um filme que vi quando ainda folheava as primeiras páginas poéticas, era, se não me engano, um filme de Alfred Hitchcock, os pássaros, odiei o fim do filme...
ótimo post!!!

Davi Machado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Teté disse...

Epá, chorei a rir! Mesmo! Especialmente com os "defeitos" especiais do filme e o triste fim do "Sssssss"...

Mas há filmes assim: tem pretensões de tanto horror ou drama, que exageram na dose dando apenas vontade de rir. Há um do Bergman (não vi, contaram-me), que parece que está uma mulher um quarto de hora moribunda, em grande estertor, que a malta às tantas começa a rir.

Por mim, estás desculpadíssimo por teres contado o final deste filme... pictoresco! Afinal de contas não é todos os dias que choramos a rir... :)))

Beijocas, amigo!

ps - "Os Pássaros" é um filme de Alfred Hitchcock de 1963. Não sendo (para mim) o melhor do realizador, não tem nada a ver com filmes destas categorias não-se-sabe-bem-o-quê. Claro que os efeitos especiais estão bastante demodés...

SAM disse...

HAhahahahahahahahahahahahahahahahaaPois a narrativa foi excelente! É aquele ditado que também nem lembro direito, mas algo tipo: "não só o bonito tem seu dia de glória". Hoje o feio também teve !
Bom, confesso que tenho também " meus queridos filmes ruins". De bang bang entãooooooo! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Faz um bom tempo assisti num programa mostrando vários destes...Ri demais!

Das sogras não posso falar... A minha ( já falecida e que Deus a tenha na santa paz) morava longe. E a minha mãe é super amiga da ex nora. Evidentemente após a separação. Agora posso mostrar pro meu "cearenso", verdadeiro herói de qualquer filme ou reality show! Ssssssssssssssssssssssssssss


Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Beijos e ótimo fim de semana, Guilherme.

Noslen ed azuos disse...

Risadas meu caro risadas, estes filmes são muito engraçados, os comparo com músicas 'bregas', (aquelas das boas, tbm chamadas de cafonas) meu único medo é começar a gostar destas barbaridades e acabar numa mesa de bar ou nestes escurinhos cineclubes 'B' da vida.

Literalmente continuas único, parabéns meu amigo.

abração
ns

Lu disse...

Caro Oliver!
Tu teres contado o filme não faz mal. Até pq nunca assistirei esse filme. Mas eu ler todo texto, sobre um filme ruim é pacabá!
kkkkkkkkkk

Continuas um ótimo escritor, não importa o assunto.

Beijo, amigo!

P.S.: Uma pena, postei hoje após sua visita.Post com muitos retratos, e pouca prosa. rss

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

O quê? Não entendi muito bem... Contou-me o sr. Guilherme o filme? Era o filme que desejava? Então, toma.
Bom dia, criatura encantadora com filhos mais encantadores ainda! Também assisti ao HOMEM COBRA, sabe que ainda tenho um Blog de filmes? Costumo assistir a todos os gêneros de filmes, ou melhor, costumava, não sei o que me deu, hj estou mais seletiva.
Mudando de assunto (risos), vim agradecer-lhe a sempre gentil visita e desejar a você, Guilherme, e às suas "melhores e mais amadas produções" um lindo fim de semana, cheio de sol, e muitas alegrias.
Beijo meu para você e meus sorrisos aos meninos,
Renata Maria

Sérgio Luyz Rocha disse...

Diga aí, meu querido Oliver!!!
Faz tempo, hein!?

Essa crônica sobre os "queridos filmes ruins" é deliciosa...e olha...escrever crônica já é complicado, sobre filmes "b" piorou!..rsrs...

Pois bem, confesso que também tenho os meus queridos filminhos suspeitos, western spaguethi; terror; comédias românticas...uma enormidade (credo...rsrs)...

Volto com calma para colocar a leitura em dia...

Grande abraço!!

Amor amor disse...

Meu pai me contou que assistiu a esse filme. Também detestou. A diferença é que o filme não está na lista dos queridos dele, nem pra ser querido de tão ruim. Eu preferi não assistir, visto ter ficado revoltada com o que o sogro fez com a vida da filha. Por que não experimentou nele mesmo? Fazer experimento com o filho dos outros é bom, né? Bem, tendo causado tanta revolta em mim, e sabendo que toda obra de arte deve causar alguma reação no público para ser eficaz, talvez este filme, do ponto de vista artístico, não seja assim tão ruim. Hahahaha, eu morri de rir com os "defeitos" produzidos pelo Paint Brush. Programinha grátis que vem com o Windows, esculachou, hahahahaha!!!

Beijinho doce cristalizado!!! ;o)

Lu disse...

Não só ganharia o Prêmio Nobel de Literatura, como comporia até sinfonias. Mas pelo seu talento! Pois nem o paraíso contribui, pra quem não tem talento.

Seria uma honra, ter sua visita nesta fronteira.
Beijo, caro amigo!

Estava Perdida no Mar disse...

Aqueles ali do lado são seus filhos? Q meninos mais lindos

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

M@ disse...

Ai, aqui é muito tarde agora não posso ler volto amanhã sim?
Beijito
Manuela

°°°°°°°°°°°°|\ NAVEGUEI
°°°°°°°°°°°°|_\ ATÉ AQUÍ
°°°°°°°°°°°°|__\SÓ PRA DESEJAR
°°°°°°°°°°°°|___\UMA ÓTIMA SEMANA
°°°°°°°°°°°°|____\°°°°°°PRA VOCÊ!!
°°°°°°°°°°°°|_____\°°°°°°
°°°°°°°°°°°°|______\°°°°°°
°°°°°°______|_______________
~~~~ \____________________/ ~~~~
,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~
-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~¯¨`
*•~-.¸, ,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•
~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~¯¨`
*•~-.¸, ,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•~-.¸,.-~*´¨¯¨`*•

Jaqueline Sales disse...

Menino, outro dia vi A VOLTA DOS MORTOS-VIVOS, e vi o quanto um filmeto pode ser detestável em todos os sentidos. Olha, gastar dinheiro com produções mediocres é tirar feijão da boca do povo.

Querido, estou em falta com quase todos os amigos da blogesfera. Perdão por tanto silencio, mas inventei de fazer nova graduação à tarde, no horário que eu trabalhava numna clinica particular, embora eu continua trabalhando no periodo da manhã. Quando chego em casa depois das 19 horas, vou ver o que falta, vou arrumar as coisas, ver o marido e as filhas. Tem sifo uma loucura, mas estou feliz.

BeijUivoooooooosssssssss da Loba

Å®t Øf £övë disse...

Pickwick,
Não me importo que tenhas contado o final do filme, porque não tencionava vê-lo, porque não gosto desse tipo de filmes de ficção, e muito menos de classe duvidosa.
Agora vou chamar ali a minha sogra e já volto...

:)

Abraço.

M@ disse...

Bem....que dizer...Ssssssssssss
Olha fui transformada em cobra.
Ahahahahha, Oliver você é louco mesmo, quem se lembraria desse filme de doidos?
Adorei como sempre, sou feliz só por você existir e me fazer sorrir.
Bem-Haja amigo OLiver, você é um Deus.
Sssssssssssss.
(eu sou serpente do signo chinês)
Ah lembrei o filme que eu achei mais ruim foi o 2010 Odisseia no Espaço, então não é que eu e o meu marido, na altura namorados adormecemos a meio e aó acordámos quando apareceu aquele paralelipepedo negro, só rir.
Amigo boa semana. Beijo
Manuela

cristinasiqueira disse...

Oi meu caríssimo Oliver,

Não assistiria O Homem Cobra mas adorei lê-lo contando a história.
Seu blog cada vez melhor,gostoso ,viajante...bom companheiro.
Sua passagem pelo meu blog me faz feliz.
Acrescentei ao último post um vídeo premiado-Fatia paulista que acredito você irá gostar.

Com carinho e admiração,

Cris

intimidades disse...

adoro cinema especialmente cinema mais de culto

parabens pelo blog

Jokas
Paula

f@ disse...

Olá Oliver,
Não vi o filme… mas agora já nem preciso…
Um filme mau bem contado fica profundo…… em todos os aspectos tu enfeitas-te o filme e deixas-te quase vontade de o ver… infinito riso
e !!!!!!!!nnnnfinito beijinho

paula disse...

Estás desculpado ;) Se esse SSSSS vier cá eu é que não o vou ver...
Beijos Oliver :))

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Guilherme,

Obrigado pelo comentário. Já assisti a esse filme também e lembro que o coitado do cara metamorfoseando sofria muito, até tive muita compaixão dele. Bem, era o que rolava na década de setenta: acidentes aéreos - naquela época eram ficção, bons tempos - fantásticos, mas que sempre fazia um único e rebelde herói, indisciplinado, anti-herói mesmo; cientistas loucos, mas nem tanto, hoje sabemos; muito quase sexo e os tão afamados e disputados: Kung Fu fighting.
My gosh! olha só o que seu texto fez, rapaz. Agora não durmo enquanto não me lembrar de pelo menos uns cem filmaços da pesada, sem contar o Canal 100 com o Ademir da Guia marcando gols fantásticos. Ouvi dizer que o Canal 100 está de volta ou voltando. Muito bom para a minha geração e nossa memória.
Mais uma vez você nos brinda com um texto muito bem humorado, parabéns.

Um abraço fraterno!!!

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO OLIVER, BELÍSSIMA POSTAGEM... GRATA PELAS TUAS PALAVRAS SUPER SIMPÁTICAS NOS MEUS BLOGUES... O MEU CORAÇÃO AGORA FICOU " REMENDADO " PARA O PRÓXIMO MÊS DE JANEIRO, VOLTO Á " FACA "...
POR AGORA APROVEITO A VIDA QUE DEUS ME DEU PARA EU VIVER NESTE PLANO...ADORO-TE AMIGO... ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

São disse...

è bom vir até aqui esquecer um pouco as mágoas...

Bem haja, meu caro Oliver!

Lord of Erewhon disse...

Eu sou fã dos do Ed Wood... ;)

Abraço!

disse...

É a água o lodo e o verde envolvente… em todos os filmes ruins… com as pedras da ribeira a saltitar como se um príncipe fosse transformar-se em sapo…
Perco-me na corrente quando há enchuradas…
Meu frágil coaxar…

beijo

Grazi Sperotto disse...

O "sssssss" foi o melhor! Hehe
Bonzinho você hein? Contou o filme para não precisarmos ver o terrível Homem Cobra? Obrigada, muito obrigada, fico te devendo essa! Hehe
Tempão que eu não vinha aqui, e adorei ler os 3 últimos posts, sobre as livrarias e o fim da infância também.
Como sempre, todos ótimos.
Beijos

tony disse...

Contado dessa forma o filme até ficou parecendo bom, hauauaua... e minha sogra, felizmente, tá mais pra personagem de "cidade dos anjos" ;D... por estar distante da telinha [ainda que meu trabalho seja colocar algo nos intervalos], tenho parado pouco pra ver filmes, independendo a qualidade deles. Sequer lembro o nome do filme, mas lembro-me que era um desses terrores que acabam partindo pra comédia por causa do roteiro, o pior dos que eu vi.

Delicia de post! Abraços!

ps: minha ideia é manter marromeno a sequencia q voce tem, hihi...

gabriela rocha martins disse...

desculpas aceites por tão longa ausência ,ei.lo regressado e igual a si próprio .isto é - senhor da gargalhada!!!!!!! ehehehehehehe
que mal fez o pobre diabo do genro para ter tão triste fim? não lhe bastou ter de aturar um sogro desaparafusado e uma mulher ( devido à carga genética ) afim? devorado por um mangusto?


puro deleite esta leitura



.
um beijo ,"seu" O
( e já agora não se meta em experiências malucas ,certo? )

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Querido amigo sabe que eu adoro filme "B"?
beijossssssss

Mulher na Janela disse...

Menino....adorei o seu texto! Você escreve com uma sagacidade que poucos têm, bom humor, dinamismo, tiradas ótimas como a história da sogra....kkkkkkkk.....me acabei de rir!

Andei dando uma "curiada" aqui no seu espaço e adorei imagens, textos... li o que vc publicou no dia da mulher e, sinceramente, concordo sobretudo em gênero... eita que é bom demais esse jogo de conquista, tantas as armadilhas, os mistérios, que nem sei viver sem isso!

Olha, menino, suas passagens pela minha janela deixaram bons ventos ao pé dela que não resisti em vir te ver... porque eu não sou carolina não...vejo tudo que passa, o que nasce, o que vive, o que amanhece e entardece nesses fins de mundo onde me encontro. E que bom ser iara para, além de enxergar bem a passagem de corações cheios de lírios pelos vãos de minha casa-memória-poema, ainda enfeitiço um pouco que seja, coisas de mulher, índia, sereia.

te espero sempre por lá, debruçada à janela, olhos bem abertos e alma à mostra.

beijos...

Germano Xavier disse...

Resumo da ópera:

preciso ver este filme.


Continuemos, Oliver...

Lampejos disse...

Oliver,

Teu blogger continua dando espetáculo
D
......E
.......S
......L
....I
...Z
.A
NTE....MENTE
...em todos os sentidos.

[não, não foste mal, foste ótimo]


(a)braços,flores,girassóis...:)))

Vieira Calado disse...

Meu caro:

Por falar em grandes filmes com orçamentos baixos
lembrei-me dum filme de Manoel de Oliveira (o homem tem 100 anos - acabo de ver na net - e ainda faz filmes!), que você provavelmente não conhece, (embora esteja farto de arrecadar Palmas d'Ouro e outros prémios, em Veneza e etc.
Tem um filme chamado Anika e Bóbó, que eu já tinha visto mais duma vez, em Portugal.
Quando estudava em Paris, o filme (feito com baixíssimos recursos - ele era um jovem desconhecido) apareceu na Cinemateca, em Paris.
Claro que era tudo praticamente franceses a assistir.
Imagine a minha emoção quando ao terminar o filme, se levantarem todos a aplaudir!
E eu, que lá ia frequentemente ver bons filmes, nunca vira uma sala em peso, a aplaudir.

O que é preciso é génio.
E por vezes, ter muitos recursos, rouba a criatividade.

Um forte abraço

Claudinha ੴ disse...

Ah meu caro, a década de 70 povoou minha mente infantil de sonhos por conta destes filmes. Sim, eu também vi este filme e ele me deixou apavorada. Darth Vader? Ah, este é meu! Eu diria até meu desvio de conduta, pois como toda mocinha da época, eu me apaixonei por Luke Skywalker, porém, Darth Vader rouba mesmo a cena e , por conta de um desvio de conduta meu, fiquei totalmente apaixonada por ele (até hoje!).
E eu também falo sobre filmes hoje, só que os meus foram , sem dúvida, os melhores! Rsrsrs!
Beijo!

tossan® disse...

Tá certo Oliver...Gosto não se discute eu também gosto de alguns filmes considerados ruins pela crítica como "Inimigo Meu" - Ótimo texto! Abraço e bom fim de semana

Sunshine disse...

Olá Oliver!!

Por aqui vive-se um momento menos bom ... enfim há-de passar.

Tens razão, uma boa parte do meu tempo é dedicada á Princesa Maria que é uma menina que requer muita atenção.

Obrigado pela visita, espero que esteja tudo bem contigo e com as "mais amadas produções".

Beijos ... um optimo fds

Menina do Rio disse...

Pois... E o que seriam as histórias sem os famosos vilões.
Pra ti, fica o meu beijo de Bom final de semana

heretico disse...

filme ruim, muito ruim de facto.

o que prova que até um filme ruim, em tua verve, dá uma excelente prosa...


abraço

Maria João disse...

Oliver

A fidelidade é uma virtude magnifica! Obrigado por estar sempre presente embora eu ande às vezes tão perdida no tempo que não te visite como mereces.

Um beijinho

Valdemir Reis disse...

Olá Oliver.

Volto aqui para matar a saudade. Sempre que o tempo permite aproveito para visitar e me atualizar. Confesso que estou ausente face às atividades, mas como diz o poeta; “amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves, assim falava a canção...” Aproveito para compartilhar o poema a seguir;
"Viva a Vida"...
“Por que Viver é Exalar Pura Energia!
É Devolver Sorrisos.
É Acreditar que o Bem Sempre Vence o Mal.
É Conquistar Amigos.
É Ser Sempre Leal e Fiel.
É Transformar a Dor em Alegria.
É Ter Amor no Coração.
É Correr Atrás dos Sonhos, da Inspiração, e dos Projetos
Buscando Sempre o Entendimento das Coisas.
Viver é Ser Sempre da Paz.
É Orar em Agradecimento pelas Dádivas Recebidas.
É Buscar o que Te Faz Bem, e aos Outros Também.
Viver é Lembrar que o Sorriso é o Idioma Universal.
É Lembrar que o Final não Existe.
É Saber que Tudo é um Eterno Recomeço.
E Ver a Vida Sempre com o Amor no Coração.” A. d.
Votos de um ótimo fim de semana. Muita paz, saúde e proteção. Brilhe sempre! Fique com Deus. Sucesso...

Valdemir Reis

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom Dia, Guilherme!
Tenho quase certeza de que dormiu bem!
Quanto a mim, dormi maravilhosamente bem. Fui deitar-me às 4: 30 e agora são 6: 42.
Meu querido, deixo a vc e aos seus: meu beijo, sono, desejo, cabelo ensolorado, sonho risonho, céu estrelado e, enfim, o meu sorriso perolado, para que o seu domingo seja muito inspirado.
Renata
PS: Obrigada pela surpreendente e agradável visita.

Milu disse...

Olá Oliver!

Para mim ver o filme nem sempre é um divertimento. Por vezes sofro muito, porque a violência me fere, ao vê-la representada num filme, leva-me a pensar que situações idênticas podem estar a acontecer algures num ponto qualquer do planeta. É-me mais confortável ignorar determinadas actos cruéis que um ser humano pode praticar sobre um outro seu semelhante. Naquelas cenas onde o horror está patente de nada me vale acalmar-me lembrando-me de que estou apenas a ver um filme, porque tudo aquilo me parece tão real. Resumindo: Sou incapaz de me divertir vendo filmes violentos.
Um beijinho.

M@ disse...

Oi Oliver vim ver, vi e revi.
Uma feliz semana.
Manuela

Dan disse...

Oi Oliver,

Acho que esse é o o pior filme preferido de muita gente. E é ruim mesmo.
Conheci seu blog passeando pelos meus preferido e lendo os comentários. Gostei muito e já colei. Dê uma passadinha no Pouco de Tudo. http://dan-poucodetudo.blogspot.com/.

Abraços

isabel mendes ferreira disse...

vim matar a terrivel saudade.


abraço.O.

paula disse...

Hmmm... eu vim cuscuvilhar ;) se continuas ausente... vejo que sim :))
Beijinho

Rafeiro Perfumado disse...

EU tenho um grande defeito em relação a filmes maus, sinto-me obrigado a vê-los até ao fim! Mas esse acho que abriria uma excepção!

ABraço!

São disse...

Bom fim de semana, companheiro.

Ju disse...

contar o filme foi divertido... a sacanagem é contar o final!!!
brincadeira, eu ia ficar curiosa... aliás, enredo a parte, fiquei curiosa é para ver a estética dessa pérola com meus próprios olhos... onde encontrar?
beijos
:)

Filoxera disse...

Xiii!
Cê anda mesmo ocupado, né?
Até breve, se possível.
Um beijo.

cassamia disse...

que saudades de vir aqui e deleitar-me com esta leitura :)

Marcos Dhotta disse...

Caríssimo Oliver!

Você e suas narrativas surpreendentes... Fico maravilhado sempre que passo por cá. Saiba que Filmes e Livrarias são meus pontos fracos também. Um abração meu caro.

Casemiro dos Plásticos disse...

Também vejo filmes maus até ao fim, respeito por quem participou nele :P
abraço

Carla disse...

Há filmes assim, mas valeu a tua descrição
sempre bom passar por aqui~
beijos e boa semana

Jaqueline Sales disse...

Parece que filmes estrelados por cobras são ruins mesmo. Freud dizia que os ovídeos são temidos por grande parte da humanidade porque se relacionam com a libido, com as pulsões. Mas eu acho que não tem nada disso não! Veja o caso do filme anaconda, que coisa mais imbecil!!

BeijUivooooooooooosssssss da Loba

M@ disse...

Amig junta-te a nós.
Pela indignação.Se quiser claro.
Manuela

Mai disse...

Com efeito, Oliver.
ssssssssssssssssssss.......

Foi mal!
Beijos.

M@ disse...

_________Paz e Am____________Paz e Amo
______Paz e AmorPaz _______Paz e AmorPaz e
____Paz e AmorPaz e Amo___Paz e AmorPaz e Amo
___Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPa_______Paz
__Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPa_________Paz
_Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e _______Paz
_Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e Amor______P
Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz __Paz
Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e A_P
Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e Amo
Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e Amo
_Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e A
__Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e
____Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPa
______Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorPaz e A
_________Paz e AmorPaz e AmorPaz e AmorP
____________Paz e AmorPaz e AmorPaz e
______________Paz e AmorPaz e Amor
_________________Paz e AmorPaz
___________________Paz e Amo
_____________________Paz e
______________________Paz
_______________________Pa

Paz e Amor Oliver, se não viesse cá não conseguia dormir.
Abraço e Desculpas, não presto mesmo.

Manuela

M@ disse...

Ora bem isto não é nenhuma campanha da Manuela a outra mas esta Manuela escreveu um pequeno texto no blog A minha Aldeia, e é sobre comida ou seja sobre como se come na minha aldeia.
Só que para ganhar preciso dos vossos comentários lá por debaixo do pequeno texto.
Será pedir muito, vocês irem lá deixar um comentáriozinho?
Espero por vocês.
Abraço grande da Manuela.

com senso disse...

Vá-se lá saber porquê, fica-nos na memória coisas que sabemos serem desinteressantes, fracas, pobrezinhas mesmo!
Como já estou ficando para lá de maduro, muitas dessas coisas que andaram aqui ocupando espaço cerebral, vão também desaparecendo! O que é bom, é uma reciclagem natural, que limpa muita da sujeira que estava em nossa memória e que apenas tem o defeito de não distinguir entre memórias de coisas interessantes ou de coisas inuteis. Tudo vai sumindo a pouco e pouco.
Por isso, tem dias que estou perante a televisão, pensando comigo mesmo: Mas eu conheço isto... Quando e onde é que eu vi esse filme? E fico pensando, pensando e... acordo passado uma hora com uma dor de pescoço que nem dá pra contar!
Como sempre, gostei muito de seu relato, e do desfazer do mito injusto de dizer mal de sogra... apenas! Sogro, muitas vezes, também é bem ruim!... Tal como a estória do homem cobra... Mas contada por você melhorou muito dos tais "defeitos" especiais!!!!!
Um abraço forte.

. fina flor . disse...

tenho pesadelos horrendos quando vejo cobras na TV, sendo assim.....

meniiino, você toca jazz, que máximo! fui lá, gostei

beijos

MM.

Tio Rogs disse...

minha cobra também ja foi devorada por uma invencível mangusta.
caro Piquinique, vc me perdôe, mas eu sou podre mesmo, e aqui neste post eu pude ser quem sou...
um ode as coisas rins, vulgares, podres, que são tão queridas pra nós!
abraços

heretico disse...

abraços

Luisa disse...

O que eu gostei de maus filmes quando era miúda!!! Na minha terra só havia cinema uma vez por semana e tínhamos que nos contentar com o que aparecia. Eu, nessa altura achava-os todos óptimos!!!Não tinha sentido crítico e para nós era tudo espectacular. Estou a lembrar-me, por exemplo, do Conde de Monte Cristo, um horror de filme que nos deu para sonhar durante semanas.

M@ disse...

Mudei de endereço.
Agora sou:
http://www.simplesmentemanuela.com/

bj e obrigado pelo seu comentário no texto.
Manu

Helena Teixeira disse...

Não conheço o filme SSSsssss...é a primeira vez que ouço falar.Ih ih..
Vim agradecer a visita até a Aldeia.

Cumprimentos
Lena
da
Aldeia

São disse...

à falta de novas, aqui fica meu voto de feliz final de seamna.

Rosamaria disse...

Oi, cosquirídia!

Vim aqui correndo. Estou me recuperando de uma cirurgia e não posso ficar muito tempo na internet, só passei pra deixar um beijo, voltarei quando puder.
Bjim.

Å®t Øf £övë disse...

Pickwick,
Deixo-te um abraço assinalando a minha passagem por cá hoje.

Lu disse...

Olá, caro Oliver!
Espero ter inspiração para tanto.

Mas trago, boas novas.Postei um de meus textos em sua homenagem.
Espero que receba tal um pai bondoso, que olha o desenho de seu filho feliz, e com sorriso nos lábios diz: Olha só o que você fez!
Não olhe os contornos mal feitos, nem as cores distribuídas de forma displicente, que com certeza levaria um crítico de arte balançar a cabeça e sorrir.


Beijo!

biazinha disse...

Mas esse filme me parece bem mais interessante que os filmes brasileiros dos anos 70. como eu com 15 anos tenho acesso? passa no canal brasil, uai!
Mas com esse cabedal cinéfilo vc me sai é um bom nerd!
Beijos.

Å®t Øf £övë disse...

Pickwick,
Desejo-te uma boa semana.
Abraço.

O Sibarita disse...

Demorei, né fio? kkkkk Ah hoje coloco em dia esse blog, faça fé! Se bem que a postagem atul eu já havia comentado! Oi que bom! kkkkkk

Meu conterrâneo me diga: a Cobra é sogra ou a sogra é cobra? kkkkkkk Observe em qualquer hipotese há rima: Sogra/Cobra Cobra/Sogra e ai? kkkkkkkkkkkkkk

Vou deixar a banana quente nas suas mãos, vou falar nada da sogra e eu sou doido, é? kkkkkkkkkkkkkk

Quanto ao filme, oi me faça uma vitamina de abacate com banana de ruim que ele é! kkkkkkkkkkk

PORRETA, sempre, os seus textos!

abraços
O Sibarita

blastingcap disse...

Melhor sitte, todos os produtos a 10$...ipod, iphone....

Site: http://apple.freebiejeebies.co.uk/290748

Como fazer: http://sacatugabc.blogspot.com/2010/06/tutorial-completo-para-receberes-ipods.html

blastingcap disse...

Melhor site,todos os produtos a 10$...ipod, iphone....

Como fazer: http://sacatugabc.blogspot.com/2010/06/tutorial-completo-para-receberes-ipods.html