EU E A MINHA NAMORADA NERD - PARTE 2

Naquele dia, saí da casa do meu primo ao pôr-do-sol, somente depois que a mãe de C. veio chamá-la.
À noite, telefonei para ela. E eu que sempre detestei falar nestes aparelhos por mais de cinco minutos, desta vez esquentei a orelha, pois conversamos durante quase duas horas. Nesse intervalo, fiz descobertas mais maravilhosas que as de Vasco da Gama, o maior navegador de todos os tempos. Dizem que todo nerd ou geek - além de amar a tecnologia, brinquedos eletrônicos e ciências matemáticas, coleciona alguma coisa. Descobri, também, que C. colecionava a vanguardista Sin City, de Frank Miller, portanto, do mesmo modo que eu, uma iniciada em histórias em quadrinhos. Desde aquela ápoca, e até hoje, ainda coleciono revistas antigas deste gênero. Possuo exemplares raros, originais e escaneados, de publicações das décadas de 30, 40 e 50. Clássicos de Alex Raymond, Will Eisner, Sax Rohmer, dentre outros.

Após desligar o telefone, fiz conjeturas assombrosas: a C., apesar de mulher, sabia tudo que os meus melhores amigos sabiam sobre jogos de computador, RPG, linhas de comando, linguagem de programação, histórias em quadrinhos, hard rock e heavy metal. Com mil bytes! Isto era um acontecimento tão raro quanto uma conjunção de planetas. O que mais poderia desejar? Uma estrela fugaz iluminava os meus passos.

No quinto dia do romance, no início da tarde, levei a C. à minha casa, queria mostrá-la o meu arsenal geek. Apresentei-a à minha mãe e também à minha avó materna que por lá encontrava-se em mais uma de suas visitas frequentes. A velha a cobriu de mimos, abraços e beijos, como se C. fosse a sua neta mais querida.
Naquele tempo, não era corrente uma garota permanecer durante uma tarde inteira no quarto do namorado, todavia, os meus pais confiavam tanto na orientação dispensada aos filhos que jamais houvera nenhuma restrição a tais circunstâncias. Ainda que a minha avó fosse radicalmente contra esta atitude um tanto liberal dos meus pais. "Com estas modernices, qualquer dia destes vocês ganham um netinho", cassandreava a velha.
Ao final da tarde levei C. de volta para a sua casa, e ao retornar, deparei com a minha avó a qual, entre outros agrados, disse-me: "são muito bonitos os olhos verdes e as pernas de miss da sua namorada. Vocês formam um belo casalzinho". A velha fazia uma alusão aos paleolíticos e kitsches concursos de beleza da época, tais como o Miss Universo e o Miss Mundo. Sorri de leve e caminhei na direção do meu quarto. No momento exato em que descalçava um dos sapatos, como é frequente no Windows, o meu cérebro travou ao lembrar de um detalhe da frase dita pela velha: "pernas de miss". E ainda de igual modo a este software monopolista, como o meu cérebro não é dotado de memória swap - um reforço extra presente no sistema operacional Linux, considerei que melhor seria submetê-lo a um boot, ou, no dizer dos não-geeks, reiniciá-lo.

Com mil kbytes! De uma só vez fizera duas descobertas importantes sobre homens e mulheres. A primeira, referia-se as razões pelas quais a maioria dos meus amigos zombavam de mim logo que souberam do meu envolvimento com C. Eles a consideravam chata, compenetrada e CDF1. Além disso, também diziam que ela passava tempo demais diante de um computador. Percebem a relatividade das coisas? Pois, qual mortal, hoje, ficaria um dia sequer longe desta máquina? Mas as motivações das chacotas dos amigos agora tornavam-se claras como o mais puro cristal. Senão, vejamos. Os três maiores temores que acometem a maior parte dos homens ao abordarem uma mulher são, em ordem decrescente: 3) que ela seja eclética, dotada de muitos conhecimentos; 2) ou, muito bonita; 1) e a pior situação, ela possui ambos os atributos citados anteriormente. Neste caso, é uma situação análoga aquela de prestar exame para obter carteira de motorista, dá a maior tremedeira nas pernas. Para muitos, é mais fácil enfrentar o Godzilla.
Mas a segunda descoberta foi ainda melhor. Não é que a minha avó tinha mesmo razão? De tão fissurado no conteúdo intelectual de C., eu mal percebera as suas lindas e sutilmente torneadas pernas. Era uma ocorrência inédita para mim, pois do contrário de qualquer daqueles personagens-cabeça de Virginia Woolf, até então jamais me aproximara de qualquer mulher - com intenções de romance, que não fosse movido por atração física. Urgia conhecer melhor o mapa topográfico da minha nova namorada. Assim, designei à minha imaginação o comando de uma nave espacial semelhante a X-Wing, aquela do Luke Skywalker. E tomei o rumo do hiperespaço. Na forma de um holograma tridimensional, comecei a materializar a C. em minha mente, além de atribuí-la componentes femininos de outros povos. O nariz, me parecia meio-egípcio, assemelhava-se ao de Cleópatra. E, sendo esta poderosa e fascinante rainha pertencente à dinastia ptolemaica, resultava em C. um charmoso plugin: um nariz mesclado com um quê de grego. Ah! Que nariz! Quanto aos olhos, eram expressivos e claros como os de uma variedade de mulheres libanesas. Pescoço e busto, lembravam aqueles das mulheres da antiga Pérsia, o povo mais belo do oriente, segundo Heródoto. Naquele momento, nem o próprio Michelângelo era páreo para a minha faculdade imaginativa de esculpir a C.

Algumas horas depois, à noite, quando fui à sua casa, contei essas coisas para ela. De início, ela avermelhou igual a um antigo comunista da Albânia. Depois, riu muito. Também, disse-lhe que a circunstância de descobrir que ela era uma bonita garota somente cinco dias depois do início do namoro até que seria bom para o relacionamento. Pois que, se no futuro - além de nerd, ela se tornasse uma feminista ortodoxa, jamais poderia acusar-me de que me aproximei dela exclusivamente por causa dos seus lindos olhos e das suas pernas deliciosas. Antes de tudo, eu me apaixonara pelos seus neurônios. Ela sorriu meio-tímida e me deu um beijo mais longo que o processo de inicialização do Windows Millenium2.
Com mil megabytes! Uma constelação de estrelas fugazes me iluminavam. ;o)

Continua na Parte 3, em 17.04.2009. Até lá!
__________
Notas:

1) CDF, iniciais de cu-de-ferro. Pronuncia-se "cê-dê-efe". Diz-se de, ou pessoa que leva extremamente a sério seus trabalhos, estudos e compromissos.
Fonte: Novo Dicionário Eletrônico Aurélio, versão 5.0.
2) Por consenso mundial, a pior versão do Windows em todos os tempos. Nem mesmo o Windows Vista conseguiu superá-lo por mau desempenho. ;)

77 comentários:

Amor amor disse...

Desculpe, mas também não posso tirar as razões de sua avó. She has a point. Ah, mas foi o começo mais lindo, vc se apaixonar pelos seus neurônios, antes de tudo. É o sonho de toda mulher....... inteligente,kkkk
Mas voltado aos netinhos, hahaha, a foto desse caçula continua a me impressionar. Será este um seguidor que superará o mestre? ;o>

Beijos doces cristalizados!!!:o*

P.S. Estava passeando sem rumo na net, e, de repente....hahahaha, "um chato agradável"? Parecia que ela estava falando de um velhinho de 90 anos, porém super moderno, e que ainda domina as habilidades da conquista, hahaha! A expressão "com mil raios" ajuda bastante nesse quadro mental. :oP

Amor amor disse...

Fui a primeira a comentar? Com mil cristais! Acho que sou uma seguidora aplicada, kkkk...

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDO OLIVER, ADOREI O TEXTO... FAÇO VOTOS PARA QUE TU E A TUA FAMÍLIA TENHAM UMA PÁSCOA FELIZ... ABRAÇOS DE CARTIHO,
FERNANDINHA

BlueVelvet disse...

Se dúvidas houvesse nas suas qualidades de escritor, eis aqui a prova de como você é soberbo.
Quem o segue, como eu, há dois anos, não pode deixar de se espantar com a facilidade com que percorre todos os estilos.
Este texto requer também para quem o lê de profundos conhecimentos de informática, mas mesmo que não entenda tudo, nem por isso perde o interesse pela leitura.
O seu gosto pelos quadradinhos, pela Antiguidade e por belas pernas de mulher, vem de longe, como se pode ver.
E ainda gosta de mulheres inteligentes.
Definitivamente você é um perigo de homem.
Boa Páscoa e beijinhos

Sunshine disse...

Com mil megabytes! Mas há algum tema que não abordes de uma forma tão interessante ???

Espantosa a forma como mantens "agarradas" quem te segue desde sempre.

Uma Santa Páscoa.

Mtas amêndoas :)
Bjs

Tio Rogs disse...

Conta tudinho, não economize nem uma virgula!! É mais um testemunho da existência de Deus, não há dúvida.
rsrs
Abraços

Maria Dias disse...

Gostei da reforma da casa(tem até fotos da família na parede...rs...)e vejo q vc tb é um apaixonado pelo cinema antigo(como eu).Bem sempre muito chic e aconchegante seu cantinho... Volto com mais tempo para te ler.

Boa Páscoa!

Beijos

Zé do Cão disse...

Deste Cantinho do Velho Mundo, um abraço e Páscoa Feliz.

Fátima disse...

Meu amigo,
Ttudo de bom para ti e teus amigos e familiares.
BOA PÁSCOA!
Beijos

Rafeiro Perfumado disse...

Mesmo que não fosse verdade, seria um golpe de génio, dizer a uma garota que antes do físico tinha-te atraído o seu intelecto e personalidade. Uma jogada de mestre, caro Picwick, ainda não de xeque-mate mas pelo menos de encurralar o Rei!

Abraço!

Leonor disse...

e o namoro, com tal introduçaõ "intelectual" durou muito??? (mas tenho a certeza que ela gostou disso!!!)

Boa Páscoa, Oliver, beijos!

Nadezhda disse...

"E eu que sempre detestei falar nestes aparelhos por mais de cinco minutos"

E eu ainda detesto. principalmente quando toca!

;)

Menina do Rio disse...

Tenho passado a minha vida inteira tentando encontrar um homem que que conseguisse me enxergar os neurônios à primeira vista! A C. teve mais sorte que eu...

Pra ti uma Feliz e Santa Páscoa!

beijinhos

Milu disse...

Olá!
Fiquei com a sensação de que escreveu com ternura! Há aqui trechos que são encantadores, fico até com inveja, no bom sentido, claro! Gosto muito de ler quem escreve bem!
Um beijo!

Lord of Erewhon disse...

Tem a certeza que essa menina não é um cyborg super avançado?? :)

Abraço!
... e Santa Coelhada!

GarçaReal disse...

Que o àmanhã seja luz em ti

Bom domingo de Páscoa

Bjgrande do Lago

Vieira Calado disse...

Desejo-lhe um feliz

Domingo de Páscoa.

Um forte abraço.

Lampejos disse...

...

Oxalá todas as [C] tivessem uns neurônios a mais.
..eu sou C, e os meus são poucos!

Oliver,

Que neste domingo de páscoa e todos os dias...as estrelas fugazes possam ungir teu corpo de intima doçura.


(a)braços,flores,girassóis:)

tossan disse...

Meu amigo estou confuso acho que bebi muito vinho hoje, vou esperar a terceira parte... Uma coisa posso adiantar, uma amiga nerd iria me ajudar muito nas minhas dificudades cibernéticas. Abraço e chocolate

Dona Sra. Urtigão disse...

Divertida e criativa sua história.

Olhos de mel disse...

Querido amigo, os adolescentes daquela época, eram desligados mesmo. Talvez até apreciassem e tivessem medo de emitirem quaisquer opiniões a respeito.
FELIZ PÁSCOA! Beijos

Fragmentos Culturais disse...

... sempre delicioso no seu efabular!

Votos de Páscoa feliz!
Um beijo

Rosamaria disse...

Cosquirídia, estou fora da internet há dias, mas não poderia deixar de vir aqui desejar uma FELIZ PÁSCOA, com muito chocolate e carinho.

Bjim.

Estava Perdida no Mar disse...

Vc ta namorando uma nerd com pernões? Ah, to com ciúmes...rs

Clarissa Barth disse...

Ah, esta história está me trazendo lembranças de minha juventude nerd... estou adorando! E querendo saber o resto. Beijo!

heretico disse...

agora chegaste para mim, meu caro Olivier...

... mas antes umas "pernas de miss" (ainda que virtuais) que o coelhinho de chocolate.


abraços

Gata Verde disse...

Gostou do gatinho?
É o meu bebé Beethoven. Tem 2meses.

Beijinhos e bom Domingo Pascoal

M@ disse...

Bem também posso ser considerada de Nerd, vistas as coisas.
Gostei de ler ao fim do meu dia de Domingo Pascal este texto que até tirou um pouco do meu stress.
Você é mesmo um romancista nato, consegue prender-me a atenção, que é coisa rara para mim.
Quanto ao meu futuro negro era relativo pois queria referir-me a todos os portugueses em geral, claro que sou bem colorida, só tenho alguns dias escuros de vez em quando como toda a gente.
Desejo uma Boa semana.
Abraço desta amiga
Manuela

Deusa Odoyá disse...

Olá meu estimado amigo Oliver.
Addorei seu texto.
Me lembrou muito minha juventude.
belo texto.
Estás de parabéns...
Vou continuar lendo.
Beijinhos doces, meu amigo.
Regina Coeli.

D M Machado disse...

Grande!!!!!
há tempos nada me prende assim!
esplêndido meu caro!
agora me descubro ansioso...
grande!!! grande!

abraços soturnos!

alex disse...

Amigo
è verdade uma mulher bonita com neurónios assusta a maioria dos homens.
Ainda bem que não te ssuatou a ti é sinal de inteligência


Abraço

Jo disse...

Venho retribuir os votos de Boa Páscoa e deiuxar-te um abraço fraterno

f@ disse...

Olá Oliver,
Todos os predicados e ainda o l o n g o o o o o o beijo do Millennium… deixa neste final de segunda parte do teu fabuloso texto a urgência de ler mais… os teus textos são sempre tão amplos de conteúdo e originalidade como se as palavras e os seus sentidos andassem sempre de roda qual pedra redondinha que saltita e/ou rebola sabe-se lá por onde e a que altura…

Não percebo mesmo nada de KBytes … o melhor é mesmo reiniciar a leitura…

Beijinhos sal p!cados

Å®t Øf £övë disse...

Pickwick,
Estou a ver que no meio de tantos bytes, acabaste por encontrar a tua alma gemea. Estou para ver o desenrolar da história. Será que foi mesmo assim, ou será que deu o crash cedo de mais???
Terei que aguardar pelo menos até ao próximo dia 17.
Abraço.

Teté disse...

Bom, o romance segue de vento em popa, com uma componente de interesses intelectuais (sem sombra de sentido pejorativo) comuns!

Claro que me escapam algumas das alusões informáticas - entendo pouco do assunto - mas dá para perceber o sentido no geral.

Acho que já tinhas referido esse teu gosto pelas histórias em quadrinhos (BD ou histórias aos quadradinhos, por cá), de que também me tornei fã de alguns, numa fase tardia - não sei porquê, a malta achava que não era presente muito próprio para "meninas"... :)

Essa expressão CDF não conhecia!

Com mil 'megabytes'! Qualquer que seja o tempero, és um grande contador de histórias... :D

Beijocas!

Mary West disse...

Hoje em dia o nerd, mais do que nunca precisa se camuflar no meio da multidão.

Carla disse...

perfeito...e de facto as mulheres têm a capacidade de conseguirem conciliar esses dois pontos eheheh beleza e inteligência
adoro a forma como escreves
beijos

Mariazita disse...

Mais um episódio sublime duma linda história de amor que começou pelos neurónios...continuou pelas opernas, nariz, pescoço...etc.,
etc.,etc.
Onde terminará é o que veremos nos próximos capítulos :)))

E porque hoje é o Dia Nacional do Beijo, no Brasil, publiquei um poema dum amigo meu e poeta brasileiro cujo tema é BEIJOS.
Vai ver. Penso que vais gostar.

Beijinhos
Mariazita

neide disse...

Oi Oliver
Peço-lhe desculpas pela demora em agradecer sua simpática visita em meu cantinho.
Olha, voltarei pra te ler melhor assim que puder... Mas pelo pouco que li, aqui é o melhor blog sobre tudo.
Espero vê-lo mais vezes por lá. Sinta-se a vontade pra voltar ,ok?

Bjssss

Lu disse...

Não tinhas mesmo percebido as pernócas na moçoila?

( gargalhei com o comentário do Lord of Erewhon)

Beijos!




P.S.: Só quero entender algumas coisas, nem é saber de tudo ;)

gabriela rocha martins disse...

hilariante e contando pelos dedos os dias que faltam


divino ,Oliver!


.
um beijo

Ana disse...

Mulher feia adoraria ser admirada pelos seus dotes físicos.
Mulher inteligente também! Heheheh!

mariza disse...

muito, muito excelente!

dia 17? ah, eu volto pra ler a continuação dessa história.

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Grande Guilherme!

Apesar do intróito preparatório, tá difícil acreditar que você tenha deixado de observar todos os maravilhosos detalhes da Vênus descoberta por sua avó.rs

Que idade você disse que tinha à época?rs

Ótimo texto, como sempre.

Um abraço fraterno!!!

Ju disse...

achei que era mito essa história de medo de mulher bonita e/ou intelingente...
;-)
beijoooooooO

Jorge Elias disse...

Grande Oliver!

Muito bom receber sua visita e seus comentários singulares.
Faço minhas visitas regulares mas evito contribuir no "congestionamento" de comentários.
Deixei um novo poema lá no blog.

Grande abraço,

Jorge Elias

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Querido amigo, seus romances deveriam estar nas prateleiras das livrarias, porque cada vez mais temos autores estrangeiros e você poderia ser um dos mais vendidos .Pense nisso.
espero o resto da história.
beijossssssssssssssssss

com senso disse...

Caro Oliver

Sempre que aqui venho saio fascinado com a sua escrita.
Li de um fôlego só as duas partes do seu conto e fico esperando por mais.
Perfeito... Uma leitura que dá prazer por ela própria.
Os meus sinceros parabéns pelo seu talento e o meu agradecimento por o partilhar connosco!
Um abraço

tony disse...

De fato, o beijo foi BEEEM longo, heueueueue... mais uma historia excelente, fico na queredeira [semelhante à esperar download em internet "banda larga"] pela proxima parte. Abraços!!

Nilson Barcelli disse...

O seu texto, na linha e em continuação do anterior, continua apelativo para a leitura.
O seu sentido de humor é muito fino.
Esperemos então pelo 3º capítulo.
Abraço.

mariab disse...

Ah, mas essa é concerteza a namorada perfeita. Inteligente e bonita. Caramba... E você apaixonou-se pela inteligência? Oliver, você também é raro... :)
Beijos

paula disse...

Olá Oliver, já cá não vinha à muito tempo... gostei de voltar:)
Beijinhos

Renata (impermeável a) disse...

nem uma olhadinha de rabo de olho para a bunda?


duvido e o dó!!!!!!

Mariazita disse...

Caro Oliver
Venho do Lírios agradecer a sua visita e comentário, e lembrar que tem post novo lá.
Se quiser e puder ir ver...terei muito gosto em receber vc.

Beijinhos
Mariazita

Claudinha ੴ disse...

Olá! Bem, o sentimento pelo visto veio do "pacote inteiro", uma mulher bonita, bem feminina e muito inteligente. Tudo para dar certo! (Será? Aguardo o terceiro post).
Beijo

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

esta é a melhor notícia que você poderia ter me dado. Seus livros no mercado. Sou a primeira com muito prazer.
beijos

manzas disse...

Nos lençóis de seda em mar sereno
Tocam os dedos de um sol madrugador…
Desperta o planar de uma gaivota
No desabrochar de uma fina flor

Desamarro das margens do rio
Batel pintado com cheiro de jardim…
Redes enleadas no engodo do amor
Veste-se tímida a manhã num cais de cetim

Um resto de uma boa semana
Na rota dos sonhos!
Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Cusca Endiabrada disse...

Hepá!!!

Assim de repente, à primeira vista e porque li apenas na diagonal (com os olhos em bico, entendes?) a impressão que me dá é que entre o momento em que conheceste a miúda e o segundo encontro, no mínimo a mocinha perdeu os braços :)*

Tiveste alguma responsabilidade nisso? Espero que não.

Bem, peço desculpa pela ironia. Só posso dizer que em termos literários e do pouco conhecedora que sou, vejo aqui uns belíssimos textos que tenciono ler com mais atenção um pouco mais tarde, já que agora estou de saída.

Parabéns pela imaginação e óptima escrita.
Quando for grande quero saber escrever assim :)) :))

BOTINHAS disse...

Amigão Oliver
Mas olhe que esteve por pouco!!!
Foi sorte!!!

Abraço fraterno
Botinhas

PS - ESTÁ UM CONTO MUITO GIRO, MAS OS TERMOS INFORMÁTICOS PASSAM-ME AO LADO...

Lizzie disse...

Nerd ou não, não há melhor coisa do que amar (e ser amado por) um ser que se desenvolve bem intelectualmente.

Por aí o que mais existem são os fúteis ou os bonitos para estátua (que não abrem a boca, nem observamos seus comportamentos).

E de nerd a feminista ortodoxa é um longo passo! Rs.

Um abraço,
www.lizziepohlmann.com


PS: Também não sou das mais adeptas ao telefone.

Lizzie disse...

Correção: O que mais existe*... Penso que tenho mania de plural! Rs.


Um abraço,
www.lizziepohlmann.com

Noslen ed azuos disse...

olá grande amigo Oliver!

Sempre tive atração por mulheres inteligentes e de pernas bonitas... quando ouço 'Selavi' de ELP, me tele-transporto para um momento no passado e tenho saudades dos exercícios de física e química nos tempos colegiados... ela também tinha lindos olhos.

Abração
ns

São disse...

Parabéns, meu amigo: pela primeira vez vejo um homem assumir o receio de mulheres cultas!!
Bem haja.

Jaqueline Sales disse...

Até o meu disco rígido está flexível e sorridente depois dessa leitura deliciosa. kkkkkkk

Bello!!!

BeijUivooooooooooooosssssss da Loba

Å®t Øf £övë disse...

.....oooO.............
....(....)....Oooo....
.....)../. ...(....)..
.....(_/.......)../...
.............. (_/....
... PASSEI POR .......
.......... AQUI ......
......................


Abraço

Casemiro dos Plásticos disse...

Mulheres assim metem algum respeito!
abraço e bom fim de semana.

SAM disse...

Oliver!!!!

Ta é muito boa a história romântica! Mas o gancho que adorei foi a sacada da sua vó e o termo "cassandreava ". Amei!!! Que tirada!!! Como era excessivamente tímida e cdf ( o que não quer dizer que era tão inteligente e bonita quanto a sua namorada....Era somente esforçada), também dei uma enquadrada.... Mas também tinha uns seios enormes que os meninos descobriram antes das pernas ( as pernas descobriram em Portugal nos anos 70 quando fui pra lá com micro saias). Naquele tempo, a terra brasilis se espelhava no cinema americano e um seio farto era o sonho dos meninos rsrs. Esperando a continuação!!!


Bom fim de semana! Beijo

Dri Viaro disse...

Oi lembra de mim? estou de volta rsrs
bjs

Cleo disse...

E o romance vai de vento em popa, beleza. Você é inteligente e sábio e natural que tivesse em primeiro momento se apaixonado pelos neurônios da C.
Beijos carinhosos, uma sexta-feira muito feliz prá ti.
Cleo

bat_trash disse...

Hehehe...excelente!
Depois de ler a parte 1 e 2 de teu conto, descobrique não sou ner...LOL!

Beijo grande.

Olhos de mel disse...

Querido amigo, bom final de semana! Beijos

Mariazita disse...

Como a parte 4 ainda não chegou...resta-me agradecer a sua visita ao Lírios, e deixar um abraço de parabéns.
Até amanhã

Beijinhos
Mariazita
LÍRIOS DO MACUÁ

Mariazita disse...

PS - Embora vc mereça parabéns pelo texto... o abraço era de "boa noite" :)))))))))))))))))
Mais 1 beijito
Mariazita
LÍRIOS DO MACUÁ

~pi disse...

engraçado, olivier, há

dias fiz uma entorse num



e também me iluminaram constelaões - milhões!! :)

de estrelas fugazes, aiii...

( ainda de vez em quando se repete a ilumunação!

bem, digo-te que re-conheço a sensação!! :))


beijo-estrelado*



~

O Sibarita disse...

kkkkkkkkkkkkkk Que porreta você resgatar o termo "CDF" bons tempos aqueles... kkkkkkkkk

Agora, me responda, você preferia uma boazuda sem bucefalo ou uma sem esse corpaço todo mais com os nerônios aguçados? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Mas, vejo que o nobre amigo é um sujeito de sorte e muita por sinal! Ter nas mãos uma boazuada e além de tudo com os neurônios aguçados, é um sujeito de sorte ou não é? kkkkkk

Para mim essa "C" lhe colocava no bolso, se ela era retada em conhecimento de jogos, net, etc?
kkkkkkkkk

Confessa Omi! kkkkkkkkkkkkkkkkk

Belo texto Oliver!

abraços
O Sibarita

Alice Matos disse...

Olá, Oliver...

Consegui tirar um tempo e vir ler a segunda parte... Continua delicioso...

Beijo para ti...

Å®t Øf £övë disse...

Pickwick,
Vou passando em busca de novidades.
Abraço.