Bom Dia, Sr. Cavalo! - Parte 3 (Final)


R
etirado para futura publicação em livro.

111 comentários:

Blue Velvet disse...

Oliver,
foi-se o tempo em que se podia comentar os seus escritos, dizendo" Fantástico, óptimo, adorei"
Não, esse tempo passou.
Agora é fundamental saber do que se gostou, porque se gostou.
Do fino humor que perpassa entre linhas?
Das suas invenções maravilhosas, v.g a afirmação:- Mas o amor pleno e saudável não se parte como fino cristal, tem menosprezo pelas picuinhas, sendo privilégio dos fortes e de espíritos desarmados; daqueles confiantes em si e caçadores incansáveis dos sonhos; outrossim desprovidos de langores inexeqüíveis e de lamúrias sem fim.
O seu Tratado Geral do Otimismo - obra inédita, de minha autoria, toda tribulação é seguida do seu reverso, que solicito me seja enviado com urgência para poder seguir os seus conselhos.
A maravilhosa expressão: princesa das estrelas...
A referência à Lei de Murphy, que é exactamente como descreve.
Essa gaffe da senhora que não está grávida, simplesmente mais anafada, também eu já cometi :)
A descoberta de mais um familiar todo especial: Tia Julita, se bem que a expresão de Tio Janjão seja deliciosa. Mais comprimido do que charuto em boca de bêbado!!! :)
Para ser perfeito, só teria que nos contar como terminou esta história, mas sabendo que é um cavalheiro, acredito que nunca o fará.
Beijinhos e até para a semana.

Blue Velvet disse...

Hehe, fui a primeira.
Yes!

ternura disse...

OLÁ.
Retribuo a visita ao teu blog, não conhecia.
Gostei bastante e voltarei com toda a certeza.
Beijoca e fim de semana feliz.

Sandra Daniela disse...

Olá! vim agradecer a visita ao meu blog, e o comentário... (como estou apenas de fugida, pois estou no serviço...eehehehe) voltarei mais vezes para ler com atenção....:-)


Bom fim de semana!

manuela disse...

Pelos vistos continua ainda hoje apaixonado, pois lembra-se de tudo ao pormenor.
É bom estar apaixonado eu estou todos os dias mesmo que seja por um passarinho ou um raio de sol.
E você foi o meu raio de sol de hoje.
Gostei desta terceira parte, além de me fazer rir também me lembrou a minha adolescência.
Beijo

Manuela

malukinha d'arroios disse...

oliver,


fantastico, optimo, adorei...

desculpe a minha falta de originalidade...

agora vou ver se descubro a seu site de musica, que em tempos vi e ouvi, mas quando ia linkar já estava cansada, que resolvi faze-lo noutra altura...

obrigada oliver pelas suas visitas, vou tentar ser mais assidua

um gande abraço

Fátima disse...

Amigo,

Fantástico, o que as estrelas fazem ao amor!
O Sr. Cavalo gostou da saudação acredito nisso!
Bom texto, adorei!

:-) Beijos Bom fim-de-semana

Sunshine disse...

Olá Oliver!!
Continua a ser um prazer ler as suas histórias e analisa-las com alguma, bastante, atenção.
Felizmente que a minha previsão não se concretizou, a S. não ficou enjoada com tanta volta e reviravolta, mas não me tinha lembrado desse promenor tão importante quanto dos princípios elementares da dinâmica de Isaac Newton e quase que foi esmagado, pela sua "... doce elefanta ...", mas enfim tudo está bem quando acaba bem ... e o prémio refletivo nos olhos cintilantes e nos beijos da S. merecem bem todo o "sofrimento" passado.

Convenhamos, Oliver que as gaffes seguintes poderiam ter tido consequências catastróficas na perspectiva de relacionamento com a .... doce e cintilante S., mais uma vez sua boa estrela o safou dessa e tudo terminou em bem, numa saída com a ditosa S. e em mais uns doces beijos que lhe ficaram na memória até hoje.

Gostei!! Gostei mt e mt me ri, e achei muito bem que tivesse comprimentado o cavalo, um gesto de delicadeza para com o dito.

Ah... falta uma coisa... adorava vê-lo cantando "Siging in the rain" saltando e dançando com um sorriso estampado na face e perdidamente apaixonado, paixão que me parece guardada ainda numa gavetinha desse seu enorme coração.

Um beijo e muito obrigado pelas palavras deixadas no amanhecer, lentamente a coisa vai melhorando, uma tarde desta irei tomar o chá que me foi oferecido e ver o tal espectáculo pirotécnico (vulgo fogos de artifício) que referiu.
Até lá e parafraseando-o ... let the sunshine.... kiss´s for you pacato morador do condado de Deux Chevaux ;o)

walter disse...

Vem tomar um copo ao Cadeirão da Malta que há novidades frescas.

Alma Nova disse...

O amor a sério é assim mesmo, resiste à dor e a tudo o resto quando aquelas "estrelas" estão por perto.
Mas tens razão, meu amigo, a famigerada "lei de Murphy" insiste sempre em fazer valer a sua força e a tentar estragar o que tanto queremos que dê certo. Será para nos pôr à prova?
Mas, no final, o importante é que tudo deu certo e tu e a tua princesa se mantiveram unidos.

Paula Crespo disse...

Eis a crónica do início de uma paixão que se deseja que, como dizia o Vinícius, "seja eterna enquanto dure"...
P.S.: se quiser passar no meu canto, reservei-lhe uma pequena surpresa...
Beijos e boa semana!

Um Momento disse...

Os meus mais sinceros PARABÈNS!
Fantástico!
Neste misto de palavras, senti, ri, eu sei lá
A forma como escreves é fantástica, a preocupação em elucidar os leitores sobre factos que ajudam a sua compreensão , a forma como consegues encaixar todas as palavras...
Olha...
Adorei!
Um beijo Gigante e agradecido por tão belo Momento!!!

Bom fim de semana!

(*)

Maria José disse...

No fundo, acontecimentos simples, do dia-a-dia, da experiência de uma idade e um tempo idos. Mas por isso mesmo envoltos num qualquer quê que chama a atenção e leva a memória longe do passado (ou presente, como se queira).

E, claro, talvez tudo possa caber numa equação, numa fórmula matemática. Afinal, somos nós, Homens, que as criamos; logo poderão sempre estar ao alcance da imaginação e abrangência do sentimento.

:)

Uns olhos que fizeram Mr. Pickwick dançar na rua ao som de música inaudível e chuva imaginária.

su disse...

Tudo é possível de conjugar e usar quando a fórmula serve única e exclusivamente o Amor. Leis e normas de físicas são superadas pelo glorioso momento do beijo correspondido para além do olhar que diz tudo!
E nem a chuva sabe a chuva quando cai em corpo com alma enamorada!
Lindo, lindo, lindo...não terá por aí um epílogo?!

;)

Olha, deixei-te um prémio lá na Teia. Beijinhos e bom fim-de-semana.

su disse...

O Sky e a Átia dizem que gostavam de conhecer o Twist...não há por aí foto alguma?! ;))
Beijinhos de novo!

Ana disse...

Putz!
Vou ter que ler teu blog desde o início!
É muita informação, humor, raciocínios labirínticos, referências...

Ainda é muito cedo, não acordei direito... E nada mais vou falar pra não dar bom dia ao improvável cavalo... A não ser que seja branco e conduzido por um lindo príncipe! (Mas isso já é outra história!)

Kênia Garcia disse...

Eita...quanto tempo...acabei de ler a trilogia...hehe "Bom Dia, Sr. Cavalo!" e boas risadas a mim foram garantidas!! Uma viagem!!Incrível!!

Beijos!!

São disse...

Aquela das estrelas em três dimensões, meu caro, é um achado!

Agradeço de coração estes momentos de humor com inteligência e qualidade de escrita!

Um óptimo final de semana, caríssimo!

Desambientado disse...

Um belo rodopio entre a vida, a física, o ecletismo e a literatura.
Mas quem se assustaria com F=mg que é uma simplificação de F=Gm1m2/r2 ou que o torque é M=Ia sendo a a aceleração angular e I o momento de inércia do corpo. Isso é apenas a vida quantificada, mas não relatada. As palavras podem ser tratados de optimismo, boa disposição de visões e de histórias inventadas sobre a vida real.
Gostei muito da história, até à parte 3.

A. João Soares disse...

Que bom ter esta oportunidade de recordar as leis da física e da gestão e um pouco de sociologia.
Parabéns pelo estilo de escrita e o humor bem doseado.
Cumprimentos

Do Miradouro

Gata Verde disse...

Adoro que estejas apaixonado,mas chuva hoje não...lindo texto!
;)


Beijinhos e bom fds

Alice Matos disse...

Sem palavras, Oliver... não dá para fazer um comentário à altura...

Para além de me fazer rir até às lágrimas... ainda consegui sentir pena de tão desastrado ser humano...

Mas... como quase todos os desastrados... sensível e merecedor da felicidade dos beijos que se seguiram...

Amei...

Beijo grande...

Carol Barcellos disse...

A primeira coisa que me passou pela cabeça foi: Será que a S. tem um blog? Porque seria demais se ela lesse esse texto. O que ela comentaria? Fiquei curiosa...Quem sabe, ela já não está por aí escondida sob outro nome? Ma, não acho que não, tenho quase certeza de que ela se revelaria.

Hahahaha, perguntar se a mãe da moça estava grávida foi, pra não dizer outra coisa, fantástico!!! E ainda de gêmeos, hahaha! E vc tem toda razão, qdo as coisas estão ruins, sempre podem ficar piores: vc ainda me paga esse mico com o pai da moça, menino! Hahahaha!!!

Chamar uma quase namorada de princesa das estrelas é um excelente modo de derretê-la mais rápido. Se bem que nem precisava, mesmo que vc estivesse mudo, tenho certeza que ela cairia rapidinho pelos olhos claros e cabelos longos. :0>

"Toda tribulação é seguida de seu reverso". Ah, como eu precisava ler essa frase hoje, foi pra mim um arco-íris!

Vem cá, esse tratado sobre o otimismo já está à venda nas bancas, vc vai me enviar por e-mail, ou vai postar capítulo por capítulo no seu blog? De qualquer forma, eu vou querer, hahaha. Só podia vir de você esse otimismo.

Darling-querido, espero que vc encontre sua "doce elefanta" com quem possa dividir um céu de estrelas, desde que o peso dela não esteja sobre você, hahahaha!!! Oliver, essa foi demais, doce elefanta, hahaha!!! Mas, eu entendi todo o lance físico, por isso o termo pode ser usado carinhosamente, hahahahaha!!!

Um beijo estalado pra ti, com chuva de pétalas de cristal!

P.S. Se as pétalas de cristal caíssem de uma altura muito grande, de acordo com as leis do universo, iriam machucar você, né? Então, entenda esta chuva como totalmente não-literal, e bem fantasiosa, como por exemplo, caindo como plumas, bem lentamente, e sem se quebrar ao tocar a superfície, seja ela qual for. :o)

Bridget Jones disse...

Queridíssimo amado e estimado doutor Pick (se assim posso chama-lo).

Muito boa a história (acompanhei desde o primeirissimo capítulo. Um misto de humor com tudo o q se pode chamar de fato de Literatura bem feita!

Parabéns

O Sibarita disse...

Oi meu camarada!

Mais um belo texto da sua fornalha é isso...

E viva Isaac Newton quando a Senhora "S" diz bom dia cavalo!

Tá perfeito o encerramento da trilógia "Bom dia Cavalo"

abraços,
O Sibarita

Olá!! disse...

Fantabulástico...
Oliver, deixas-me atordoada e à gargalhada... até o Murphy entrou na narrativa...
Um vexame esse encontro com os "sogros" hahaha
Beijos

Maria Laura disse...

Caramba, a isso chama-se sofrer por amor! :) Ou um amor capaz de nos levar às estrelas... Mas ainda bem que tudo terminou com esse desejo de chuva para se sentir um Gene Kelly "in love".
Adorei, né?

paula disse...

Texto giro, como se diz para estas bandas, cheio de pormenor e principalmente , carregado de sentido de humor. Não vais acreditar, mas eu tb já tive uma vez na vida uma situação igual à tua. Também já perguntei a uma amiga minha de quanto tempo estava, e isto acompanhado por uma grande festa com risos e abraços, já que não a via hà imenso tempo... enfim, é mesmo daquelas situações que só acontecem uma vez na vida.
E... tenho uma frase preferida neste teu último texto:
"Percebem como num blog sobre nada, equações matemáticas trocam suspiros com as coisas do amor?"
Eu percebo, mas também te digo que não é qualquer "blog sobre nada" que é capaz de transmitir sensibilidade tal...
Beijinho:))

Ana S. disse...

Interessante!
quando as coisas não podiam ficar piores do que já estavam ainda tinham de piorar mais lol.
Felizmente o amor supera esses pequenos deslizes!
Ainda bem que não choveu. Imagina se desse um temporal e para culminar a Lei de Murphy apanhasses pneumonia!
Alguma estrelinha lá em cima olhava por ti.
Beijos

Whispers in night disse...

Olá lindo!
Dizer que tens uma imaginação fantástico e pouco.
Parabéns....olhando o céu distante, atirando um beijo no espaço, desejo que teu fim de semana seja, cheio de amor e paz
Beijinhos assoprado na minha mão, todos para dentro do teu coração
Whispers

parvinha disse...

Obrigado pela visita, gostei muito do teu blog tenho que passar ca mais vezes...
A seta verde...enfim...temos que ter uns segredos, certo?
beijinhos e obrigado pelo carinho

Nadezhda disse...

Hoje mesmo estava numa festa aqui da cidade, e tinha um parque. Lembrei da sua história!

E por coincidência ou outra coisa qualquer, ocorreu algo parecido, mas não era com nenhum par amoroso, e sim com mais duas meninas. E minha irmã coitada, está com as pernas doendo até agora, já que a minha ‘miquila’ quase a esmagou nas cadeiras do "Amor Expresso".

E como se não bastasse todo esse sofrimento, choveu. Na terra, no meu tênis branco, na minha roupa.
Gostaria que tivesse tido um final como o seu.

Beijo ;)

PS: O cara que comentou no meu blog deve ter lido a saga toda do Harry Potter sim, mas pra não perder a fama de 'Mau'... resolve criticar.

O Sentir dos sentidos disse...

Queridíssimo Oliver,

Vou de logo te agradecer por nos trazer uma leitura tão bem estruturada, humorada, inteligente e com saborosos recheios de romantismo, estilo e cavalheirismo.Incrível como voce consegue transformar um acontecimento quotidiano aparentemente simples, numa verdadeira obra prima..(rs), coisas que passam por nós sem darmos a devida atenção, coisas que nem sequer pensamos que outras pessoas estão passando...;e, quando tudo isto vem desta forma, misturando conhecimento de mil leis, encantamento de mil príncipes, e finaliza "suspirei para o céu..."..."dançando na chuva"...o resultado não poderia ser outro: Simpatia Geral!
Voce meu amável e gentil Oliver, é de verdade um ESPETÁCULO, seja quando nas visitas que nos faz, seja nos escritos que nos deixa.
Vou ser repetitiva, Obrigada mais uma vez por nos presentear com esta página, com sua sempre refinada educação e dicas super bem vindas.
Adorei parte I, II e III.
Parabéns!!!

Beijo,

AMMedeiros disse...

Simplesmente... DELICIOSO de se ler!!!

Um beijo

cassamia disse...

equações matemáticas a trocar suspiros com as coisas do amor... soberbo mr. pickwick
a acabarmos a cantarolar o singing in the rain...
a leveza do enamoramento mesmo numa noite fria de chuva..

gabriela r martins disse...

ehehehehheheheh

as "delícias" de todos os apaixonados

ou as infelicidades de um feliz
apaixonado

ou mais ainda o meter os pés pelas mãos

mas que adorei
adorei

prodigiosa imaginação a sua



um beijo ,O!

lena disse...

Oliver

li as 3 partes todas de uma só vez, sem pausas, sem ter que esperar pelas postagens seguintes

os meus parabéns. a sensibilidade esteve presente, deliciosamente bem escrita

obrigada por teres partilhado este excelente momento, onde nada faltou


um abraço, meu amigo

beijinhos para ti

lena

Leonor disse...

ah, falei depressa de mais...

fantástica história, excelente fim. Cantar á chuva e falar a cavalos é sempre uma excelente maneira de nos situarmos no mundo

beijos

Gabriele Fidalgo disse...

Oii Oliver,

Muito muito bom de se ler mesmo!!
Você é ótimo!

Beijos

AURORA ( LOLA ) disse...

OLÁ.

Retribuo a visita ao teu blog, e vou voltar com mais calma para ler tudo.

Gostei bastante.

Beijoca e uma otima semana que ai vem, que seja muito feliz e que tudo te corra pelo melhor.

Volta sempre, és bem-vindo.

Anônimo disse...

meu amigo tou passando rapido e amanha voltarei pa ler o restoda tua historia . obrigada por sempre te lembrares de mim:) ja viste o meu hi5? http://paixoeseencantos.hi5.com
   _..._.._
  _..._ ..._(... (  ...).._
  (_....__..._) _(.. (  ...)
  /(_...._)(_...._..._)\
 // / / / / | \ \ \ \
 / / / / | \ \  \
/ /  /  /  | \  \  \
♥ ♥    ♥  ♥ ♥   ♥    ♥ 
♥   ♥ ♥   ♥ ♥ ♥ ♥
♥ ♥   ♥   ♥    ♥ ♥ ♥   ♥
♥   ♥   ♥  ♥   ♥ ♥
♥  ♥    ♥   ♥ ♥ ♥   ♥
♥   ♥ ♥   ♥   ♥   ♥   ♥
♥   ♥   ♥   ♥    ♥   ♥  ♥ 
te deixo uma chuva de corações
bjo
carla granja

parvinha disse...

Passei para ler mais um bocadito, tenho que me inteirar do assunto, muito bem, sim senhor!Parabéns!
Boa semana

Mary West disse...

Se eu precvisava de mais algum motivo para add seu blog ao meu, esse final com sing in the rain fez me afirmar o quanto vc escreve bem. =****

Å®t Øf £övë disse...

Pickwick,
O que eu me ri.
O dia e o inicio da noite correram mal, aliás o inicio da noite era dificil correr pior, mas como as tuas intenções eram as melhores possiveis, acabaste por ser compensado pelos beijos da tua princesa, e assim foi possível regressares a casa a cantarolar.
É caso para dizer que a sorte proteje os audazes, e os persistentes.
Boa semana.
Abraço.

Claudia Perotti disse...

O que dizer dos teus textos? São perfeitos! Divinos!

Beijinhossssssssssssss

isabel mendes ferreira disse...

dez brilhantes tigres íntimos.

estrelas de um imaginário fértil e riquíssimo.


_______________

canto e danço sobre esta prosa.


_____________.

obrigada.



beijo.

Olá!! disse...

Oliver, já ouviu falar em Minuet???
Utilizam uma palavrinha do género aí no Brasil???? A nossa amiga Blue "dança" com as palavras hahaha
Beijos amigo

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Hoje puz-me a par da saga;)

Bom dia senhor cavalo...adorei!!

Até porque tb gostava que acabasse com um banho de chuva;)

beijinhos mil

Lord of Erewhon disse...

Esta narrativa vai muito bem... Faz-me lembrar um certo burlesco de uma certa Ficção Científica soviética, dos anos 50/60.

Abraço.

Olhos de mel disse...

É conterrâneo lindo! bem diz o ditado: quem conversa demais, dá bom dia a cavalo... rsrsrsrs rapaz, só você mesmo! Ainda rio de seu conto. rsrsrsrs Adorei, viu? Espero que o episódio tenha, pelo menos, valido a pena. rsrsrsrs
Que sua semana seja feliz e cheia de inspiração para mais um. rsrsrsrs
Beijos

eTerNamenTeLu disse...

....bom caro Oliver...confesso ter sido algo dificil concluir a leitura deste teu texto....não pelo seu tamanho, mas pela confusão que as lágrimas que teimaram sair dos meus olhos de tanto que ri...Soberbo este texto,aliás como todos os outros que o antecedem...consegues prender a atenção do leitor até ao fim do enredo....isto não é para qualquer um...Parabéns!
Beijo doce

LU

Maria José disse...

Sempre eu. Escreva como escrever.

(http://umaespeciedenada.blogspot.com/2008/01/para-quem-pode-no-para-quem-quer.html)

Claudia Lis disse...

Oi Oliver,

Estava esperando a parte 3, para finalmente comentar. Ah, então tudo terminou em um final feliz! Altos romances com a senhorita S. Ufa, já estava achando que algo iria dar errado, ainda bem, que não.

E quer dizer que "quem conversa demais, dá bom dia a cavalo" é? Ah, essas avós sempre têm uns ditados e provérbios bastante proveitosos.

*Olha, pelo seu comentário, confesso que achei que você não fosse daqui e estava tentando usar o nosso modo de falar e tal, heheh... Anyway, obrigada pelo comentário e volte sempre!

Beijo

Carol Barcellos disse...

Depois passa lá no Rosa, tem um prêmio pra ti...com direito a chuva de pétalas de cristal!!!

herético disse...

admirável o teu talento e o teu humor.
deliciosa continência militar a um cavalo ... "desmobilizado"!...

abraços

Sandra Daniela disse...

eheheehhe deliciei-me!!!!

gabriela r martins disse...

passei

assobiei

ao

cavalo

ele

seguiu.me

.
.
.


não

tenho

culpa

.
.

ainda

precisa

dele

para

o

seu

post?

.
.
eheheheheheheheeh
.


um beijo

un dress disse...

se dançares tão bem como escreves!! :)

/ a não-perder!







.beijO com chuviscOs :))

lua prateada disse...

Isso é amor e o amor é lindo!
Ainda que se sofra por ele mas é sempre belo ter amado amar e vir a amar...

Somos apenas sêres
Somos fumaça
A vida nos enlaça!...
Mas somos a cena
Do palco da vida!...

Uma feliz semana cheia de coragem e amor.
Beijinho prateado com carinho

SOL

Gerlane disse...

ah! Caro Oliver, confesso-te que cheguei a sentir pena do pobre mocinho esmagado e atrapalhado, mas, no final, vi que foi recompensado e brindado com o amor.Como o amor é lindo, não?

Beijos!

SAM disse...

Oliver!!!!

Não posso digitarrrrrrr! Não páro de rir!

Bommmmmmmmmmm dia!

Adorei*****

Beijos

Maria José disse...

Não, não, não, não, não. De modo algum interpretei de forma distinta daquela que ia nessa cabeça, as palavras deixadas inicialmente no comentário meu escrito recente. Quando aqui regressei, trazendo o link do primeiro de Janeiro, foi apenas para dar um exemplo. Sei lá, mostrar um outro texto.

E aquele "sempre eu; escreva como escrever" foi nada mais do que uma constatação. Porque, afinal, todo o escritor ou aquele que, como eu, se limita a rabiscar umas coisas, é uno em si próprio; mesmo se louco, mesmo se falando do tempo, dos desejos, das tristezas, das ruas da cidade.

Continuação de uma boa semana!

Ana Fernandes disse...

Aulas de física muito importantes para meu vestibular este ano.. euheuheuheuhe

O Profeta disse...

Amigo Oliver, comentar os teus textos não faz sentido, gosta-se e pronto, és um escriba sençacional e pronto, palavras para quê? As tuas são imensas...


Aquele abraço

pin gente disse...

...
what a glorious felling and I'm happy again... I´m laughing at clouds... so dark, up above,...
the sun´s in my heart
and I´m ready for love
...
I'm singing... and dancing ... in the rain... doo doo doo...

splash!!!

bom dia senhor oliver!
ficou muito molhado?

abraço
luísa

efeneto disse...

Olá amigo Oliver.
Antes de tudo obrigado pela sua fidelidade com o meu "Grito".
Yemanjá ficou conhecida em Portugal atravéz de uma novela da Globo chamada Porto dos Milagres da autoria de Aguinaldo Silva, baseado na obra de Jorge Amado julgo que em 2 livros "Mar Morto".´Já foi á uns anos mas fiquei fã dessa novela: Não pela exelente interpretação de Antonio Fagundes e outros, não pelo enredo do casal protagonista mas adorei porque para mim a verdadeira história tinha dois papeis principais, o Mar e a Deusa.

Comentar esta triologia é façil. Já disseram tudo o que havia para dizer, mas vou escolher um comentario já efectuado pois se coloca-se aqui o que penso iria tornar-me repetitivo.
Sublinho e subscrevo o que disse o amigo "Profeta".
Genial e soberbo acrescento eu...
Abraço daqui das terras do frio...

efeneto disse...

Amigo Oliver.
Realmente sou eu que trato do blogue dela, visual etc, mas tente ir ou pelo meu ou pelo Almas poeticas pois aqui está tudo normal. Acabei de entar no blogue dela por vários sítios e entrou sempre bem. Poderá ser problema temporário daí.
Abraço. Alguma coisa disponha sempre.

* hemisfério norte disse...

hombre, q me encantaran tus palabras.
gracias
besos

Rain disse...

Partilhando a tua admiração por I. Newton, é penas as leis da física não te terem salvo... naqueles embaraçosos momentos! Já a lei de murphy... lá que funciona de vez em quando, lá isso é verdade... ;)

"Como estava feliz e apaixonado, desejei que chovesse." Percebo tão bem a emoção nestas palavras, o desejo súbito de chuva e música!!(Esta é a prova que estavas realmente apaixonado)...

E já agora, lembrei-me...
"One had to be a Newton to see that the moon is falling, when everyone sees that it doesn´t fall."
(Paul Valery-Poet)

disse...

Gostei do final, bonitinho.

Mas esculhambar os futuros sogros no primeiro encontro é não possuir amor-próprio...hehehe

Grace Olsson disse...

"Mas o amor pleno e saudável não se parte como fino cristal, tem menosprezo pelas picuinhas, sendo privilégio dos fortes e de espíritos desarmados;"

Concordo com o que vc escreve sempre. Talvez por termos uma linha de pensamento parecida ou como quem falou primeiro, não ser mais possivel(meu pc nao tem certos acentos) classifica-lo como otimo.

O que sei mesmo e que vc escreve do âmago ou de algo alem de vc.

Quanto ao seu comentario sobre meu layout, nao vejo nao os erros...(rs) E pedi a muita gente para ler e ver e nao vêem esse problema que vc ver.
Mas eu gostaria que vc desse uma olhada nesse endereço abaixo e me dissesse se aparece o mesmo problema. Assim, eu saberei de onde vem esse erro e te agradeço e muito por seu aviso.


wwww.bloggente.blogspot.com

Veja esse endereço e me diz se ver algo de errado....

Beijos e dias felizes.

(Vc deveria pensar em publicar um livro)

Grace Olsson disse...

Eu fiz um ajuste na lateral direita e preciso que vc me dê uma luz(rs)e me diga se ver direito, ok.
Eu tentei lhe passar essa ensagem por email mas vi que vc nao deixou.Assim, vim te incomodar.
Dias felizes

Sah disse...

Mas o amor pleno e saudável não se parte como fino cristal, tem menosprezo pelas picuinhas, sendo privilégio dos fortes e de espíritos desarmados; daqueles confiantes em si e caçadores incansáveis dos sonhos.

Oliver, vc nem precisava ter escrito todo o resto, isso conta muito sobre sua alma tão romântica. Mas como é um escritor que gosta dos detalhes, do humor e das sacadas inteligentes, nós até lhe perdoamos o suspense das histórias em capítulos!rs..

Um grande abraço!

hora tardia disse...

e re.volto.


mas agora só para re.ler.


teluricamente.



beijo.


(piano)

Sunshine disse...

I'm singing in the rain, just singing in the rain... I'm singin' and dancin' in the rain ....


Entro cantando feliz pelas suas palavras e espero poder rápidamente assistir aos fogos, na sua companhia, com uma chávena de chá, aí no pacato condado.


Deixo-he um beijo de agradecimento pela preocupação manifestada e pela renovada leitura de seu post.

And let the sunshine .... again, and again ...

São disse...

Sono repousado, amigo Oliver!

Evita Perón disse...

Não sei da possível autenticidade da história, mas com certeza foi encantadora.
Leis de Murphy, elas nos perseguem até hoje.
Sempre.
Besos!

Menina do Rio disse...

Uffa!!! Nem acredito que acabei de ler, rs...Ainda bem que salvaram-se todos!
É o que dá um blog sobre nada. Pode-se falar sobre tudo.

Brincadeiras à parte, sabes que gosto imenso desse teu jeito de escrever.
Bom dia Oliver!

Sil disse...

Oi Oliver!!

Que bom foi conhecer teu blog, sempre que venho aqui me abasteço de bom humor e inteligência(olha só a tua responsabilidade!)
A tua inteligência só é superada pela tua delicadeza em sempre levantar meu ego com tuas palavras, sempre maravilhosas.
Deixo aqui para ti, um beijinho carinhoso,
Sil

Clarinda Galante disse...

Não, não tenho palavras senão a ser aquelas super comuns, mas, que neste caso tem uma dimensão muito grande "ADOREI"...imprimi para ler melhos e digo-te bebi cada palavra.
Jinhos

rui disse...

Oi Guilherme

Uma fusão perfeita entre o realismo e a fantasia!
Foi mágico o momento da inclusão da fisica no texto.
Adorei.

Grande abraço

Rafeiro Perfumado disse...

Por momentos pensei que estava outra vez na faculdade, a levar com as fórumulas e os ensinamentos dos gurus!Grande texto, Oliver, e não em tamanho, mas em qualidade! ABraço!

Outonodesconhecido disse...

Bem, imagino o frio no estômago. também sou desajeitada e já fiz alguns triste comentários que se reflectiram em tristes figuras.
Mas adorei o post.
até para a semana.

Anne disse...

Bom, eu vou ter que ler as outras partes denovo pra poder saborear melhor o final! Só passei mesmo pq sinto saudade de ti e venho ver como tu andas. Espero q tudo excelente por aí!!!

Bjokas e volto com mais tempo!

Anne disse...

Ahhhh, não ia conseguir dormir se não lesse esse final hoje!!!
Adorei, meu querido...sinceramente, rindo mto com a situação. Desculpe, mas foi mto engraçado!!! PElo menos deu tudo certo no final, isso que importa...rs

Sinceramente, vc é um doce!!!
Bjos e agora sim, posso dormir feliz!

Diva disse...

Tu me apanha mesmo e nos detalhes... presentes em todas as frases. Delicioso ler-te. Ah...valeu esperar pelo final ;o)
Bjs meus

cosmic girl disse...

"...what a glorious feeling i'm happy again"
adorei!
beijos

Olhos de mel disse...

Oie meu conterrâneo lindo! Vim lhe dar um cheiro e um beijo...

Anônimo disse...

meu amigo ! voltei para te ler e k bem me fez há alma ,visto k desde sabaado k alguém anda a querer destruir o meu blog e fiquei um pouco abalada ,mas nao vou desistir por isso postei hje um novo poema se te apetecer vem até cá e me diz se gostas
bjo
carla granja
paixoeseencantos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Oliver
Ninguém como tu para estas excelentes narrativas, que sempre nos deixam expectantes e tão ricas são de analogias.
Adorei esta das "equações matemáticas trocam suspiros com as coisas do amor?"
Excelente!
Um abraço

Chama Violeta disse...

Oi miguito...Puxou-me a orelha heim!!!! Não tenho tempo, ando correndo sem parar, mas calma...Vou postar amanhã.Depois vais me visitar,ok?
Saudades de ti...Jinhos grandes e quando vais lançar um livro com estas tuas histórias MARAVILHOSAS??!!!!

Whispers in night disse...

Ola lindo!
Passando a correr, so vim deixar mil e um beijinho doce, para que teu dia seja doce como o mel:)
Whispers

Lampejo disse...

Oliver,

Oh..” pacato morado do distrito de Salvador Bahia...”

Poeta, Louco, Rebelde,Romântico e Amante do riso...

Eu poso voltar para te ler amanhã?...É claro que posso!
Ficamos assim então...


Hoje te deixo (a)braços e flores :)

Andreia do Flautim disse...

Olá!

Um bom dia para ti!

Disguiser disse...

Olá Mr. Pickwick,


venho agradecer a visita e passear por seus textos...



BeiJô

Dani Abadie disse...

Pelo que pude ver não sou apenas eu que gosto de contos.. Com a sutil diferença que tudo aquilo que eu escrevo é uma verdade pincelada com algumas camadas de cores superficiais que escondem a verdade (que fica lá no fundo do baú).
Valeu pela visita..
Sempre que puder estarei por aqui pra ler teus post's..

BjOs
E ótimo fim de semana.. :)

São disse...

Venho só dar-lhe o meu abraço, caro amigo.

efeneto disse...

Há palavras que possuem um som cavo, de buraco.
Outras que morrem, ou nunca existiram. Palavras fumo. Palavras névoa.
Há palavras que persistem e outras por inventar: palavras do nosso vocabulário íntimo, daquelas que nunca outros entenderão.
Palavras de água de silêncio, palavras sem medo nem linhas onde se escrevam.

É com palavras que lhe venho desejar um fim-de-semana cheio de sonhos e realidades,
Na companhia de quem lhe é mais querido.

Abraço amigo e amanha cá estou...

Grazi Sperotto disse...

Olá...não perdi meu tempo lendo a continuação, depois de tantos pedidos de bis (vi nos comentários, hehe)...
Muito bom!!! Vc tem um dom de prender o leitor, que vou te contar...
Bem, a respeito de achar as botas que o diabo perdeu, acho q ninguém vai achar, ele perdeu meeesmoooo...hauhau
Bom final de semana..
Abração

TOOP disse...

Sempre que volto para casa depois de um dia, ou noite maravilhosa... fico rezando para que chova e eu possa ir cantando:
""doo-dloo-doo-doo-doo-doo, doo-dloo-doo-doo-doo-doo... dee-ah dee-ah dee-ah, dee-ah dee-ah dee-ah.."

**Maravilhoso!

TATY disse...

Amei o post, amei visualiza-lo em todas esss circuntâncias, desde o comentário infeliz sobre o abdome da velha senhora até a cena dando "Bom dia cavalo"!rsrsrs
Grande Oliver, que pessoa fantastica tu és...Inteligente, sensivel.Que feliz a mulher de olhos cintilantes q o fez um dia querer q a chuva caísse para q vc sorrisse e cantasse como naquele filme...
BELO!!!!
AH...


....Eu tb já dei "Bom dia , cavalo!", sim, assim, do nada, só pq ví o animal pastando e lembrei da frase, kkkkkkkkkkAssim, como a minha vó tb dizia....

TATY disse...

Amei o post, amei visualiza-lo em todas esss circuntâncias, desde o comentário infeliz sobre o abdome da velha senhora até a cena dando "Bom dia cavalo"!rsrsrs
Grande Oliver, que pessoa fantastica tu és...Inteligente, sensivel.Que feliz a mulher de olhos cintilantes q o fez um dia querer q a chuva caísse para q vc sorrisse e cantasse como naquele filme...
BELO!!!!
AH...


....Eu tb já dei "Bom dia , cavalo!", sim, assim, do nada, só pq ví o animal pastando e lembrei da frase, kkkkkkkkkkAssim, como a minha vó tb dizia....

Taty disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Taty disse...

Hummmmmmmmm, lí todos os comentários acima, e vejo q muitasmoças estão querendo saber se esta senhora S. ainda és presente em tua vida, fora das lembranças, se é q entende, rsrsrs
Oliver, os teus belos olhos azuis-estrelas cintilantes estão fazendo muitas moças sonhar em voar contigo pela tua nave, não?
rsrsrs
Acho q falei demaiS, aff
tá bom.... "BOM, DIA CAVALO!!!!"

Lucia disse...

Olá Mr. Pickwick, o arquiteto!

Aqui estou para ler a parte 3 da "saga", como prometi! Adorei a parte que diz "equações matemáticas trocam suspiros com as coisas do amor", isso me lembrou um post que estou preparando pra próxima semana...

E maldita seja a Lei de Murphy!! Quanta enrolada numa noite só! Pelo menos a história terminou bem... se bem que eu chamaria a "saga" de "início", porque deve haver muito mais... ah, deve...!

Você que gosta de música flamenca, conhece o trabalho de Vicente Amigo? Simplesmente perfeito...

E falando em filmes e no criativo e visionário "Cidadão Kane", este é outro filme que adoro: "Singin' in the Rain". Assisti pela última vez há poucos meses, e aquela clássica cena da chuva é mesmo uma delícia!

Beijos e apareça sempre!

M. disse...

Adorei! Fino sentido de humor e de observação.

Anônimo disse...

Será que eu tô de bobeira, Mr. Pickwick? Tenho certeza de ter comentado este post. Vou ser mais cuidadosa daqui pra frente.

Adoro a maneira que contas tuas emoções de juventude e faz lembrar de algumas minhas!

Fiquei conhecendo a miquila e achei sensacional esta frase:"Mas o amor pleno e saudável não se parte como fino cristal"

Tu és um must!
Bjim.

PS: Não estou conseguindo comentar com minha identidade, vou de anônimo.
Rosa

Maria Dias disse...

Oi Oliver...

Estava procurando-me por aqui e sumi!Será q fui abduzida?rs...

Beijos

Maria

Sr do Vale disse...

Oliver, tive mais sorte que alguns dos seus leitores, é a primeira vêz que entro no blog, graças a Diva, porque lí um comentário seu no blog delicioso dela e vim aqui conferir o que se passa, quando me deparei com o 'bom dia sr. cavalo', já com as 3 partes postadas, maravilha.

Luisa disse...

Que história deliciosa!!!! Então a cena da visita aos sogros, é impagável!

Å®t Øf £övë disse...

Pickwick,
Vim desejar-te uma boa semana, e deixar um abraço.